Para aqueles que pensaram que ficaria barato para os clubes "dissidentes" e criadores da Superliga da Europa, digo que não, pois a UEFA anunciou que está dando um passo importante para punir Barcelona, Juventus e Real Madrid por suas ações na criação deste torneio independente.

A mesma competição ainda incluía outros gigantes do "Velho Continente", bem como: Arsenal, Atlético de Madrid, Chelsea, Internazionale, Liverpool, Manchester City e United, Milan, Tottenham e claro, Barcelona, Juventus e Real Madrid.

Através de um comunicado, a entidade máxima do futebol europeu anunciou nesta semana à abertura de um processo que visa punir os três clubes que se mantiveram até o final fiel a criação da Superliga Europeia.

Lembrando que de todos os clubes já aqui citados, os três que deverão ser punidos pela UEFA foram os únicos que não desistiram da ideia e desta forma já haviam sido avisados das consequências.

Barcelona, Juventus e Real Madrid conseguiram através de seus campeonatos nacionais vagas a Champions League - temporada 2021/2022; restando agora saber qual será a punição a ser dada a esses, se a UEFA punirá as equipes dentro do torneio continental ou se através de sanções ou multas.

Confira o comunicado da UEFA

"Depois de uma investigação levada a cabo pelos inspetores de ética e disciplina da UEFA, em relação ao projeto "Superliga", foram abertos procedimentos disciplinares contra FC Barcelona, Juventus FC e Real Madrid CF por uma possível violação do marco legal da UEFA. Mais informações serão divulgadas ao seu devido tempo", declarou a entidade em sua breve nota a respeito do assunto.