As vésperas de mais uma decisão de Libertadores da América, o presidente da Conmebol - Alejandro Dominguez anunciou o fim do critério de gols fora de casa em competições por "ela" organizada.

Sim, Domínguez acredita que a confederação promoverá com essa decisão uma maior "justiça esportiva" em seus torneios, sem a diferenciação para gols marcados pelos visitantes.

Desta forma, todo e qualquer gol marcado nos mata-mata, valerão o mesmo peso, não valendo mais como critério de desempate.

A medida já fora anunciada pelas confederações nacionais em seus canais oficiais.

A mesma é anunciada no dia em que se dá a reunião do Conselho da entidade sul-americana, em sua sede em Luque, no Paraguai, que tratou sobre as decisões da Copa Sul-Americana e Libertadores dos times femininos.

Além desses assuntos, a reunião também serviu para tratar dos preparativos para a final da Copa Libertadores da América 2021 - masculina, que será realizada no próximo sábado (27/11), entre Flamengo x Palmeiras, em Montevidéu - no Uruguai.

Representantes dos dois clubes brasileiros estiveram presentes no encontro e acertaram os últimos detalhes, como por exemplo, a operação de segurança.

Conmebol segue a UEFA

Vale lembrar que no final do mês de junho deste ano, a UEFA - entidade máxima do futebol no Velho Continente, tomou a mesma decisão, eliminando o gol fora como critério de desempate em suas competições de clubes.

O critério do gol qualificado havia sido implementado pela Conmebol em seus torneios eliminatórias no ano de 2005, porém, desde 2008 esse não valia mais para as finais, que eram disputadas em jogos de ida e volta até 2018.