A direção da Chapecoense comunicou no início desta tarde de sexta-feira - 19 de novembro, que suspendeu a venda de ingressos para o confronto diante do Grêmio, no próximo sábado (20), às 19h (de Brasília).

Segundo o Verdão do Oeste Catarinense, o jogo diante do Grêmio será apenas para os sócios e acompanhantes e quem já havia adquirido o bilhete, os demais torcedores que compraram seus ingressos, serão ressarcido (confira no final da matéria).

A decisão da Chapecoense se deu após diversas reuniões da comissão de segurança da equipe catarinense, que tem a participação de órgãos de segurança e da Polícia Militar.

O próprio setor de inteligência da Polícia Militar identificou o risco grande pela mobilização de torcida gaúcha em comparecer ao estádio.

Torcida do Grêmio suspensa pelo STJD

Mesmo os gremistas estando impedidos de acessarem os jogos de seu time, para o confronto diante da Chapecoense estavam se mobilizando para irem até a Arena Condá a "paisana", sem a camisa do clube ou caracterizado como torcedor.

O Tricolor Gaúcho está proibido de jogar com presença de sua torcida, inclusive como visitante até o julgamento da invasão de campo no duelo contra o Palmeiras, no início do mês.

Vale lembrar também que o próprio vice-presidente do Grêmio, no último jogo do Grêmio, na goleada sobre o Bragantino, convocou os torcedores para irem a Chapecó, mesmo com a proibição, onde de quebra a consulesa gremista da cidade do oeste de Santa Catarina - Lucivete Agostini repassou orientações para os torcedores acessarem o estádio.

Confira um trecho do comunicado

"Ciente da liminar publicada anteriormente pelo STJD e negativa do pedido de efeito suspensivo para a mesma acerca da proibição da torcida do Grêmio nos estádios, a Chapecoense não disponibilizou a venda de ingressos para a torcida visitante. Torcedores que já adquiriram ingressos serão devidamente reembolsados e devem solicitar o ressarcimento do valor no e-mail [email protected] até o dia 26 de novembro".