Buscando subir ainda mais na tabela de classificação do Brasileirão, Ceará e Corinthians se enfrentarão na próxima quinta-feira, às 20h, na Arena Castelão, em partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na última rodada da competição nacional, dentre as duas equipes, apenas o Timão conseguiu obter triunfo.

Atuando fora de casa, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, o Ceará acabou empatando com o Atlético Goianiense por 1x1. O meia-atacante Vina marcou para o Vozão, enquanto João Paulo anotou o gol do Dragão, estabelecendo, assim, o empate entre os times.

Já o Corinthians, atuando dentro dos seus domínios, na Neo Química Arena, a equipe comandada pelo técnico Sylvinho conseguiu derrotar o Santos por 2x0. Os gols do Timão foram marcados pelo centroavante Jô e pelo volante Gabriel.

Ficha Técnica

  • Jogo: Ceará x Corinthians
  • Horário: 20h
  • Local: Arena Castelão
  • Competição: Campeonato Brasileiro
  • Rodada: 35ª do Brasileirão
  • Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior
  • VAR: Leone Carvalho Rocha

Transmissão

A partida entre Ceará e Corinthians acontecerá na próxima quinta-feira, às 20h, na Arena Castelão, será válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro e terá transmissão do Premiere.

Provável Ceará

Para o duelo contra o Corinthians, o técnico Tiago Nunes terá os retornos do goleiro João Ricardo, do volante Fabinho e do atacante Mendoza, que cumpriram suspensão na última rodada do Brasileirão.

A provável escalação do Ceará tem: João Ricardo; Gabriel Dias, Messias, Luiz Otávio (Gabriel Lacerda) e Bruno Pacheco; Fernando Sobral, Fabinho, Mendoza, Vina e Lima; Jael.

Provável Corinthians

Pelo lado do Timão, o técnico Sylvinho não poderá contar com o meia Giuliano, que teve lesão muscular detectada e não deve mais atuar em 2021, e com o volante Roni, que recebeu o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão na rodada do Brasileirão.

A provável escalação do Corinthians tem: Cássio; Fagner, João Vitor, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Du Queiroz e Renato Augusto; Gabriel Pereira, Jô e Roger Guedes.