Barbieri elogia Artur, mas confessa que atacante não está no mesmo nível que estava antes da lesão

Após derrota para o Athletico-PR no último sábado (25), o técnico Maurício Barbieri falou sobre o desempenho de Artur, que voltou a jogar após se recuperar de uma lesão na coxa. O artilheiro da equipe na temporada 2021 sofreu a lesão em março, ficou pouco mais de um mês afastado.

Coletiva de Maurício Barbieri

Ao ser questionado sobre o que estaria faltando para Artur apresentar o mesmo futebol de 2021, o Maurício Barbieri reconheceu que o desempenho do atacante ainda não é o mesmo de antes de sofrer a lesão.

” É difícil responder de forma assertiva. Acho que ele tinha apresentado uma evolução em relação ao que ele apresentou em jogos anteriores. Ele vinha evoluindo bem. Acho que hoje (contra o Athletico-PR) é até difícil fazer uma avaliação dele, porque o conjunto todo deixou a desejar. Não sei, efetivamente, responder. O que posso responder é que, sem dúvida nenhuma, a gente tem consciência que aquele Artur que conhecíamos antes da lesão ainda não voltou. Ele sabe disso, a gente tem conversado, tenho posicionado ele da expectativa, mas não tem nenhum botão que eu possa apertar e a coisa acontecer. Eu preciso continuar estimulando ele, desenvolvendo, dando espaço e confiança. Quando ele não entregar, preciso optar por outro jogador. Isso é um fato.”

Atacante com a camisa do Braga

Por fim, contratado pelo Massa Bruta no início de 2020, Artur foi o principal nome da equipe na última temporada 2021. Além disso, o atleta assumiu o protagonismo na equipe após a saída de Claudinho. Ao todo, o atacante marcou 12 gols no Brasileirão e sete na Sul-Americana. Assim, o artilheiro marcou 21 gols e distribuiu 14 assistências em 58 jogos na temporada.

Porém, em 2022, Artur fez 12 jogos até sofrer a lesão na coxa esquerda. Nesse período, o atacante marcou quatro gols e distribuiu duas assistências. Enfim, o atacante voltou na partida contra o Vélez-ARG, pela Libertadores. Mas de lá pra cá, foram 14 jogos, com três gols e quatro assistências.

Foto destaque: Divulgação/ Ari Ferreira/ Red Bull Bragantino

Meu nome é Enzo Pires, tenho 19 anos e sou estudante de jornalismo. Desde que terminei a escola eu tinha certeza que meu futuro seria no esporte.