Quem diria, mas o Bahia está muito próximo de se tornar o clube mais rico do Brasil, isso porque o Tricolor Baiano está na mira do Grupo City, que deve investir algo em torno de 104 milhões de libras, cerca de R$ 647 milhões no clube.

A ideia do City é investir nas categorias de base para assim encontrar e desenvolver novos talentos brasileiros, além disso, potencializar o Bahia para que ele possa chegar as conquistas nacionais e sul-americanas.

Dinheiro em caixa e intercâmbio de atletas

Com a parceria do Grupo City, o Bahia irá aumentar e muito suas opções no mercado internacional, onde poderá fazer uma espécie de intercâmbio entre os atletas do conglomerado aqui já citado.

Se a negociação for realmente efetivada, o Bahia será o primeiro clube brasileiro e o 12º a nível mundial do Group City, que já conta com as seguintes equipes espalhadas mundo a fora: Manchester City (clube mãe), Girona (Espanha), Troyes (França), Lommel SK (Bélgica), New York City (EUA), Montevideo Wanderers (Uruguai), Bolívar (Bolívia), Melborne City (Austrália), Yokohama F. Marinos (Japão), Sichuan Jiuniu (China) e Mumbai City (Índia).

Brasileirão - Série B 2022

Vale lembrar que atualmente o Bahia é o líder do Brasileirão Série B, com 10 pontos em quatro jogos, com três vitórias e um empate até aqui.

O Tricolor Baiano volta a campo nesta sexta-feira - 29 de abril, quando encara o Ituano, no Novelli Júnior, pela quinta rodada da Série B 2022; no último compromisso pelo Brasileirão, o Bahia derrotou o Sampaio Corrêa por 1 a 0, jogando em casa.