Depois de 45 dias e seis jogos, o treinador Argentino Diego Dabove é demitido do comando técnico do Bahia. O mesmo deixa o cargo com apenas 28% de aproveitamento e com a equipe dentro da zona de rebaixamento, ocupando a 17ª colocação.

O anúncio da demissão do técnico em questão foi dado nesta quarta-feira – 06 de outubro, horas depois da derrota por 3 a 1 diante do Corinthians – ainda na terça-feira a noite, na Neo Química Arena.

Guto Ferreira é anunciado

O Tricolor Baiano, porém não demorou muito para anunciar o novo substituto de Dabove e desta vez não irá apostar em um nome estrangeiro, visto que a direção confirmou Guto Ferreira para o cargo.

Em um comunicado que dizia: “Realizar uma correção de rumos”, o Bahia comunicou a saída de seu antigo treinador e ao mesmo tempo o nome do novo; nem tão novo assim, uma vez que Guto Ferreira trabalhou de 2016 a 2018 como técnico do Bahia, quando esse conseguiu levar a equipe de volta a elite do futebol nacional em 2016 e no próximo conquistou a Copa do Nordeste pelo clube.

Vale salientar que essa será a terceira passagem de Guto Ferreira pelo Tricolor, visto que pouco depois de trocar esse pelo Internacional em 2017, retornando ao clube no mesmo ano, mas não repetindo o sucesso, sendo demitido já em 2018.

A apresentação de Guto Ferreira ainda não tem data marcada para ocorrer, mas deve acontecer antes mesmo do próximo jogo do Bahia, quando encara o Athletico, em Curitiba, no sábado, às 19h (de Brasília), na Arena da Baixada.