Classificado as quartas de final da Libertadores 2021, o Atlético-MG que recebeu a liberação da prefeitura de Belo Horizonte para recebe de volta os torcedores aos estádios, passa a trabalhar para ter então de volta desses na partida diante do River Plate, no dia 18 de agosto.

O duelo diante do River Plate será o segundo encontro entre as duas equipes por essa fase do torneio sul-americano, e como já declaramos acima, será realizado no Mineirão, a partir das 21h30 (de Brasília).

Para esse jogo, a Prefeitura de Belo Horizonte liberou a presença de até 30% da capacidade total do Mineirão, com isso, na tarde desta última terça-feira (27), os dirigentes dos três principais clubes de Minas Gerais: Atlético, América e Cruzeiro se reuniram com o Alexandre Kalil (prefeito da cidade) para acertar a volta gradual dos torcedores aos estádios de futebol.

Logo após a reunião entre as partes, o presidente do Galo - Sérgio Coelho veio a público falar sobre o posicionamento do clube com relação a essa mudança.

"Estamos felizes, porque o prefeito abriu espaço e vamos nos organizar para fazer um espetáculo bacana, tudo dentro dos protocolos que serão anunciados na quinta-feira (29). Se a CBF liberar a volta do futebol no Brasileirão e na Copa do Brasil, qualquer clube poderá se preparar para o espetáculo", disse ele em entrevista a um site da região.

Ainda nesta mesma, ao ser questionado sobre a volta dos torcedores já para o duelo diante do River Plate, pela Libertadores, Sérgio Coelho disse que o Galo se prepara para ter o jogo com portões abertos, afirmando que os sócios terão a prioridade na compra dos ingresso.

"Nós vamos preparar, no nosso caso, para aquilo que já está certo, a Libertadores", finalizou ele.

CBF - Brasileirão e Copa do Brasil

Mesmo que algumas cidades já estejam liberando a volta gradual dos torcedores aos estádios, para jogos organizados pela CBF, bem como Copa do Brasil e Brasileirão - principalmente neste último caso, teremos a volta dos torcedores somente quando todos os clubes das Série A e B puderem receber esses de volta, assim, enquanto isso não acontece, teremos o público nos estádios somente nas competições organizadas pela Conmebol