Athletico e Ceará se encontram nesta quarta-feira - 10 de novembro, às 18h30 (Horário de Brasília), na Arena da Baixada, em partida válida pela 31ª rodada do Brasileirão.

Praticamente juntos na tabela de classificação, separados apenas por um pontinho, o Furacão que vem na 11ª colocação - com 38 pontos, encara o Vozão, na 10ª posição, com 39 pontos. Briga direta pelo distanciamento da zona de rebaixamento, onde as duas equipes estão a poucos pontos do Sport, primeiro time dentro do Z4.

Athletico x Ceará; Onde assistir ao vivo

O confronto entre Athletico e Ceará terá transmissão ao vivo pelo canal de TV fechada TNT Sports. Além disso, o serviço de streaming Estádio TNT Sports também transmite o duelo, a partir das 18h30 (Horário de Brasília), desta quarta-feira (10), diretamente da Arena da Baixada, em Curitiba.

Prováveis escalações

Athletico

Os donos da casa que vem de vitória na rodada passada, onde venceram o RB Bragantino por 2 a 0, fora de casa, buscam agora em seus domínios vencer o Ceará, que também foi vitorioso na rodada do final de semana.

Para a partida, o Athletico tem um único desfalque certo: O meia Léo Cittadini, que cumpre suspensão pelo 3º cartão amarelo. Nico Hernández, Terans e Renato Kayzer voltam de suspensão e devem atuar no time titular.

Assim, buscando se distanciar da zona de rebaixamento e garantir ao menos uma vaga na Copa Sul-Americana, o Furacão deve vir a campo com: Santos; Pedro Henrique (Nico Hernández), Thiago Heleno e Zé Ivaldo; Marcinho, Abner Vinicius Erick, Christian, Terans e Nikão; Renato Kayzer.

Ceará

Já o Vozão vem para esse jogo longe de casa em busca de pontos, pontos esses que poderão ser importantes ao final do torneio na briga contra o rebaixamento. Atualmente, o time tem 39 pontos na tabela.

Para a partida, o Ceará tem 3 desfalques: Messias, Luiz Otávio e Jael, suspensos. Por outro lado, Gabriel Dias retorna de suspensão, e fica à disposição do técnico Tiago Nunes.

Desta forma, a equipe cearense deve vir a campo escalado da seguinte forma por Tiago Nunes: João Ricardo; Igor, Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho, Fernando Sobral, Vina e Mendoza; Erick e Jael (Cléber).