Defendendo uma sequência invicta, a Argentina encara nesta terça-feira - 1º de fevereiro, a Colômbia, em partida válida pela décima sexta rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo; a penúltima rodada.

O duelo que está marcado para iniciar às 20h30 (de Brasília), ocorrerá no Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires - Argentina.

Vale salientar que as Eliminatórias Sul-Americanas são disputadas em sistema de pontos corridos, com dez seleções buscando quatro vagas diretas para a Copa do Mundo e uma quinta pela repescagem.

Onde assistir a Argentina e Colômbia

O confronto aqui destacado pelas Eliminatórias poderá ser acompanhado ao vivo pelos canais Sportv, nesta terça-feira, a partir das 20h30 (de Brasília), diretamente de Buenos Aires, na Argentina.

Prováveis escalações e demais informações

Argentina

Sem deixar intimidar-se pelas estratégias do Chile, na rodada passada, a seleção argentina mesmo classificada já para a Copa do Catar 2022, venceu o duelo pelo placar de 2 a 1, ficando assim mais próxima da liderança do torneio, onde temos o Brasil a quatro pontos de distância.

Brasil que veio a empatar diante do Equador na mesma rodada.

Voltando a Argentina para o jogo contra a Colômbia, o técnico Lionel Scaloni, que não pode contar com Messi para essas Datas FIFA, deve mandar a campo a seguinte equipe: Armani; Molina, Martínez, Otamendi e Tagliafico; Lo Celso, Paredes e Papu Gómez; González (Ángel Correa), Di Maria e Lautaro Martínez.

Colômbia

Por sua vez, os colombianos que marcaram passo diante do Peru, na última semana, perdendo em casa pelo placar de 1 a 0, agora se ainda quiserem seguir sonhando com um lugar na zona de classificação para o Catar 2022, terão que somar pontos na Argentina.

Vale lembrar que a Colômbia é a sexta colocada na tabela, com 17 pontos - dois a menos que o Uruguai, quinto colocado e que hoje estaria indo para a repescagem.

Desta forma, os colombianos devem entrar no Monumental de Nuñez da seguinte forma: Ospina; Cuadrado, Mina, Davinson Sánchez e Mojica; Barrios, Uribe, James Rodríguez e Luis Díaz; Falcao e Borré