Williams cogita tirar Latifi da Fórmula 1; veja o provável substituto

Antes de mais nada, a Williams, equipe da Fórmula 1, não está nada satisfeita com os resultados do piloto canadense Nicholas Latifi. Já que o piloto sequer marcou pontos na temporada 2022. Portanto, o canadense já passa a ser dúvida para a próxima temporada, e até mesmo para a sequencia desta.

Segundo o portal RacingNews365, a escuderia inglesa da Fórmula 1 quer promover a mudança de pilotos já na metade da temporada. E o substituto seria o australiano Oscar Piastri. Em suma, o atual campeão da Fórmula 2 e campeão da Fórmula 3 em 2020 está sem assento na Fórmula 1. Contudo, o australiano atualmente ocupa o cargo de piloto reserva da Alpine.

Então, a escuderia francesa poderia emprestá-lo para a Williams, afim de dar experiência para Piastri. Além disso, a Alpine não perderia a sua dupla principal para dar rodagem à Oscar Piastri, formada por Fernando Alonso e Esteban Ocon. Vale lembrar que Fernando Alonso já iniciou conversas para a renovação de seu contrato por mais um ano, e Esteban Ocon tem contrato até o fim de 2025.

Relação da Williams com Latifi

Enquanto isso, a Williams está bastante descontente com o desempenho de Latifi na Fórmula 1. Principalmente, devido as batidas e incidentes provocados pelo canadense. Já que estas batidas e incidentes não tem custado apenas pontos para a equipe inglesa, mas também uma preocupação com o teto de gastos da temporada.

Em suma, Nicholas Latifi chegou a apresentar uma pequena melhora em 2021. Contudo, voltou a cair muito de rendimento nesta temporada, e sua saída da Williams representaria o fim de sua breve carreira na Fórmula 1, após três anos. Vale lembrar que o canadense entrou na Fórmula 1 graças a seu pai, Michael Latifi, que patrocinou a equipe inglesa por dois anos com sua empresa, a Sofina (2ª maior empresa do ramo alimentício do Canadá).

Caso a informação se confirme, o GP do Canadá seria o último grande prêmio de Nicholas Latifi. Já que, a partir do GP da Inglaterra, a dupla da Williams já seria Alexander Albon (que também é um piloto emprestado, só que pela Red Bull) e Oscar Piastri.

Foto destaque: Divulgação/Williams

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.