Vice-presidente do Sport que pediu recomeço do jogo agrediu funcionário do Vasco

Neste domingo o empate em 1 x 1 entre Sport x Vasco ficou marcado por cenas lamentáveis durante a parte final da partida, com muita confusão e violência, o juiz Rapahel Claus determinou o fim da partida faltando 4 minutos de jogo.

Porém, nem todo mundo aceitou o término da partida um pouco antes do previsto. Dessa maneira, o vice-presidente do Sport, Augusto Carreras protestou a decisão da arbitragem e afirmou que irá tomar medidas junto ao departamento jurídico do clube.

Assim, após o jogo, Augusto Carreras protestou bastante durante o seu pronunciamento, afirmando que havia condições de recomeçar a partida.

Antes de mais nada, o mesmo reclamou da marcação do pênalti em cima de Alex Teixeira.

“Vimos o constrangimento na cara do árbitro Raphael Claus ao dizer que não foi pênalti, ele afirmou isso para mim, para os atletas, para o técnico Claudinei Oliveira. Depois vimos jogadores que não têm preparo para vestir a camisa do Vasco indo provocar a torcida, balançando a genitália, jogando cadeira”, iniciou Augusto.

Após isso, o mandatário do clube pernambucano afirmou que existiam condições de retomar a partida.

“Além disso, a Polícia Militar interveio, contornou a situação e o tenente coronel Washington assegurou que havia condições de prosseguir a partida, disse isso claramente, na minha frente, de dirigentes do Vasco. E inesperadamente o árbitro resolveu ir para o vestiário tomar a decisão dentro do vestiário”, seguiu o vice-presidente de futebol.

Por fim, o vice-presidente disse que a decisão de não retomar a partida foi de responsabilidade do árbitro Raphael Claus.

“E dentro do vestiário ele chamou o comandante, os treinadores e um dirigente de cada time para comunicar que não iria prosseguir por questões de segurança, sendo que ele foi interrompido pelo tenente coronel que disse que a PM garantiria a continuidade. Mesmo assim, o árbitro alegou que não teria condições de seguir e resolveu encerrar o jogo de dentro do vestiário, com o Vasco dentro do vestiário e só o Sport em campo. É lamentável”, acrescentou.

Augusto Carreras agride profissional do Vasco

Apesar de afirmar que havia condições de retomar o jogo, o vice-presidente do Leão agrediu um funcionário do Vasco, o repórter Lucas Pedrosa divulgou as imagens.

 

Igor Manoel Igor Manoel

Jornalista, apaixonado por futebol tanto dentro como fora de campo, em busca do meu lugar nesse meio.