Mesmo tendo assinado contrato por um ano, ou seja, até dezembro de 2022, Alexandre Medina chega ao Internacional com um único objetivo: recolocar o Colorado de volta a Libertadores da América, em 2023.

Caso atinja a meta estabelecida, o treinador uruguaio de 43 anos terá sua renovação automática por mais uma temporada.

O objetivo estabelecido foi tratado durante as conversas entre a direção do clube e o treinador, antes mesmo desse ser anunciado de forma oficial.

Vale lembrar que em 2022 o Inter disputará a Copa Sul-Americana - uma espécie de segunda divisão do futebol sul-americano, onde o objetivo na temporada é a conquista desta taça.

Bracks está no Uruguai tratando de negócios

Com o novo comandante técnico ainda em terras uruguaias, onde passa suas férias após seu desligamento do Talleres - da Argentina, o executivo de futebol do Inter - Paulo Bracks viajou nesta última terça-feira - 28 de dezembro para lá, uma vez que irá reunir com Medina para traçar a temporada 2022 e iniciar negociações por reforços.

O Internacional será o terceiro clube na carreira do novo comandante colorado, onde antes desse, Cacique Medina - como também é conhecido, iniciou sua carreira como treinador no Nacional, de Montevidéu, conquistando os títulos do Apertura e o Intermédio.

No ano de 2020 partiu para o futebol argentino, vindo a comandar o Talleres, por onde conquistou os holofotes e chamou a atenção até mesmo dos dirigentes da Federação Uruguaia de Futebol, sendo inclusive um dos candidatos a comandar a seleção do país, que hoje já tem o cargo ocupado.