Como todos bem sabem, o Paris Saint-Germain não aceitou negociar Kylian Mbappé ao Real Madrid, mas porque não, mesmo após o clube espanhol ter se prontificado a bancar os 220 milhões de euros exigidos pelos franceses.

Segundo diversos veículos de comunicação esportiva da Europa, o Paris Saint-Germain alegou não ter mais tempo hábil para um acordo final, no entanto, segundo Rafael Reis, em seu blog, após realizar uma apuração detalhada, o mesmo publicou que pessoas próximas ao diretor de futebol do PSG, o brasileiro Leonardo, havia revelado a esses que nenhum dinheiro no mundo tiraria o atacante francês do elenco nesta temporada.

Mesmo cientes de que deverão perder o jogador de graça ao final desta temporada, uma vez que o vínculo do camisa 7 encerra junto com essa, acreditaram que seria melhor não negociá-lo e assim ter força máxima na disputa pelo título da Champions League.

Para a direção do PSG, Mbappé será fundamental para a disputa do título inédito que o clube vem buscando há anos e mesmo contanto com Messi e Neymar em seu elenco, quem vem se destacando neste início de temporada é justamente o atacante francês.

Direção acredita em acordo por renovação com Mbappé

Além disso, há quem acredita dentro do clube que, dependendo dos resultados ao longo da temporada e da adaptação do trio de ataque, possa convencer o camisa 7 a mudar de ideia e assim o mesmo assinar um novo contrato por mais alguns anos.

Caso isso não venha a ocorrer até o final de dezembro, lembramos que Kylian Mbappé então poderá a partir de janeiro de 2022 assinar um pré-contrato com qualquer clube de seu interesse, saindo assim de graça do Paris Saint-Germain; aguardemos pelos próximos capítulos!