Valencia escreve o nome na história da Copa do Mundo

Na última sexta-feira (25), o Equador empatou com a Holanda. O nome da partida foi Enner Valencia, principal jogador equatoriano, artilheiro no Catar e que entrou para a história da Copa do Mundo ao atingir marcas importantes.

Em duas partidas disputadas, o Equador marcou três gols, todos de Valencia. Assim, ele se torna a esperança dos equatorianos de uma vaga para as oitavas de final e garantir uma campanha histórica no mundial.

Valencia escreve o nome na história da Copa

Copa do Mundo 2022 entrou na 2ª rodada da fase de grupos, mas alguns jogadores já são destaques na competição. Em duas partidas disputados, Enner Valencia é o principal atleta do Equador, além de liderar a artilharia com três gols marcados.

Na última sexta-feira (25), Valencia foi o responsável por garantir um ponto para os equatorianos, que se aproximam de uma vaga para as oitavas de final. Assim, igualaria a melhor campanha no mundial, quando também chegou até a primeira fase do mata-mata na edição de 2006.

Além disso, o atacante é um nome importante na história da seleção Equatoriano. Com o gol contra a Holanda, o jogador se tornou o maior artilheiro do Equador em mundiais.

Essa não é a única marca importante que Valencia atingiu. A saber, o atacante se juntou a um seleto grupo de jogadores que marcaram seis gols consecutivos por sua seleção na Copa do Mundo.

Dessa forma, o grupo conta com Eusébio, um dos maiores jogadores portugueses e que foi destaque no mundial disputado em 1966. Aliás, a particularidade do feito do jogador, é que os seis gols foram marcados em apenas uma edição, visto que foi a única de sua carreira. Além disso, foi um nome importante para Portugal, ficando em 3º lugar.

Bem como Paolo Rossi também conseguiu o feito histórico. O atacante italiano marcou sete gols em apenas três jogos disputados na Copa do Mundo de 1978. Além disso, na edição de 1982, repetiu o feito, balançando as redes em sete oportunidades, mas dessa vez precisou de seis partidas.

O grupo também conta com Oleg Salenko, um dos destaques da Copa do Mundo de 1994, a primeira disputada pela Rússia como estado independente. A particularidade do feito do jogador, é que precisou de apenas dois jogos para marcar seis gols. Aliás, é o único atleta a balançar as redes cinco vezes em uma única partida do mundial.

Por fim, Enner Valencia escreve o seu nome na história da competição. Aliás, é o atleta que levou mais tempo para atingir a marca, demorando oito anos, visto que a última Copa do Mundo dos equatorianos foi em 2014. Além disso, o atacante é o responsável pelos seis últimos gols marcados pelo Equador no mundial.

Valencia é dúvida para decisão

A festa dos equatorianos no empate contra a Holanda não durou muito. Afinal, o principal jogador é dúvida para a 3ª rodada. Nos últimos minutos, Enner Valencia precisou ser substituído com uma lesão no joelho direito.

Na estreia contra o CatarValencia também precisou sair de campo com dores no joelho, iniciando o tratamento com gelo no banco de reservas.

Agora, a esperança do torcedor é para a recuperação do jogador antes da partida de terça-feira (29), contra Senegal. O confronto é uma decisão, visto que as duas seleções disputam uma vaga nas oitavas de final do grupo A.

Gabriel Lemes Gabriel Lemes

Sou jornalista e sonho em trabalhar com jornalismo esportivo. Desde pequeno, convivo com futebol e com o passar dos anos, fui me apaixonado por outras modalidades. Hoje, não me vejo trabalhando em outro área que não seja com esporte. A emoção que um simples jogo causa no torcedor e nos fãs, é algo inexplicável e encantador, o que só aumenta  a minha admiração.