VAI MUDAR? Pela 1ª vez, Casares fala sobre mudança no comando do São Paulo

A temporada mal começou no São Paulo e o clima no clube não é dos melhores, já que no Campeonato Paulista foi eliminado nas quartas de finais pela equipe do Água Santa. Como se não bastasse, no dia seguinte a eliminação uma postagem de Marcos Paulo, atacante do clube em sua rede social causou desconforto na diretoria, principalmente na comissão técnica. Na quarta-feira, Rogério Ceni fez uma cobrança referente o significado da postagem do atacante, o problema é que a forma de que comandante falou e na frente de todo o elenco causou desconforto aos demais atletas.

Além disso, após o episódio uma parte do elenco ficou do lado de Marcos Paulo, aumentando ainda mais a desconfiança com o trabalho de Rogério a frente do cargo no clube. O episódio em questão trouxe a tona o temperamento e a forma que o treinador comanda os grupos no qual trabalho. Vale ressaltar que no Flamengo, mesmo com o título nacional o comandante foi demitido. Após isso, surgiram declarações de quão complicado era o convívio com Ceni.

Mesmo com o conhecimento que Rogério tem dentro do São Paulo, muitos falam realmente da falta de convivência do treinador com jogadores, comissão e funcionários do clube. No caso em questão, voltou a surgir a possibilidade de demissão do técnico do clube, ainda mais pelas recentes perdas de títulos e também a insistência do comandante em jogadores que não correspondem positivamente dentro do campo.

VAI MUDAR? Pela 1ª vez, Casares fala sobre mudança no comando do São Paulo
Rogério no comando do São Paulo na eliminação do estadual – Foto: Gazeta

Pela 1ª vez, Julio Casares fala sobre a troca de comando

Responsável por trazer Rogério Ceni de volta ao cargo de treinador do São Paulo, Julio Casares é constantemente abordado em entrevistas em relação ao clima do treinador no clube e se uma possível demissão seria uma das soluções para a mudança de ambiente dentro do clube. Vale ressaltar, que assim que trouxe Rogério, Casares alegou que o comandante só deixaria o cargo se saísse junto. Nesta semana, o treinador alegou e disse que não tem nenhuma intenção de demitir o treinador do cargo, ainda mais sem que ele possa ter o elenco completo para se trabalhar.

Em nenhum momento passou pela minha cabeça ou dos dirigentes de trocar Rogério Ceni. O treinador perdeu muitos atletas por lesão, muitos deles protagonistas, como Calleri, Arboleda, Rafinha, seria injusto demitir o treinador sem que tenha peças para trabalhar. Portanto, Rogério segue no cargo

Raphael Almeida Raphael Almeida

Jornalista 33 anos. Atualmente sou repórter e comentarista na Web Rádio Bate Fundo Esportivo. Redator no portal Minha Torcida com passagens por Premier League Brasil e Futebol na Veia.