Depois de demitir Felipão, o Grêmio que tenta desesperadamente sair da zona de rebaixamento, confirmou nesta noite da última quinta-feira (14), a contratação de Vagner Mancini para a função de treinador da equipe principal.

O profissional em questão que dirigia o América-MG, deve se apresentar ao seu novo clube ainda nesta sexta-feira - 15 de outubro, onde já iniciará o seu trabalho no período da tarde; lembrando que essa será a segunda passagem de Mancini pelo Tricolor como treinador.

Clube e treinador fecharam um acordo com validade até dezembro de 2022.

A definição do nome ocorre logo após o Grêmio anunciar Dênis Abrahão como novo vice de futebol, ocupando aqui o lugar até então de Marcos Hermann, que pediu demissão na última quarta-feira, depois de mais uma derrota gremista pelo Brasileirão Série A.

Recusa de Roger Machado e sim de Vagner Mancini

O novo treinador gremista não era o primeiro da lista, mas sim um velho conhecido dos torcedores; aqui nos referimos a Roger Machado, que não aceitou o convite do Grêmio para comandar a equipe neste momento.

Assim, Mancini passou a ser o nome mais forte para assumir o Grêmio e de fato foi o que ocorreu, com o treinador se desligando do América Mineiro, com quem tinha contrato até o final do ano.

Agora no Tricolor Gaúcho, o profissional em questão terá a missão de livrar o clube do rebaixamento para a Série B, onde terá 14 jogos para isso.

Atualmente o Grêmio é o penúltimo colocado na tabela de classificação, com 23 pontos - cinco a menos que o Santos, primeiro time fora do Z4.