A situação de Lewis Hamilton que já parecia ruim para o GP de São Paulo, ficou ainda pior, uma vez que a Mercedes decidiu trocar a potência de motor do carro pilotado pelo inglês.

Na verdade fora trocada uma peça do motor da Mercedes do heptacampeão mundial, gerando assim a perca de cinco posições no grid de largada para o GP que será realizado no autódromo de Interlagos, neste domingo (14/11/21).

Vale aqui salientar que é tão somente para a corrida do domingo, não acarretando em prejuízo para Hamilton neste sábado, no Sprint, mini-corrida que definirá o grid de largada para o GP propriamente dito.

A alteração realizada no motor da Mercedes do piloto inglês é diferente daquelas feitas na RBR de Max Verstappen e na Ferrari de Charles Leclerc, na Rússia e também de Carlos Sainz, na Turquia.

Em nota, a equipe alemã não explicou o que houve com o motor do carro de Lewis Hamilton, que em coletiva de imprensa, nesta última quinta-feira (11), declarou o seguinte:

"Eu não posso comentar sobre isso, nem sei se o motor chegou aqui nesta manhã. Até onde sei, meu motor está bem, mas vou descobrir isso junto do time de engenharia".

Outra equipe com problema no motor Mercedes

Não fora somente Lewis Hamilton a ter problemas em seu motor Mercedes; Lando Norris, da McLaren, também fora punido com trocas realizadas na unidade de potência no GP do México, onde perdeu algumas posições no grid de largada, na última semana.

GP de São Paulo de Fórmula 1

Lembramos aos amantes da F1 que o GP de São Paulo será realizado neste final de semana, em Interlagos, a partir das 14 (de Brasília); confira aqui todos os detalhes.