Torcida do Corinthians faz protesto contra preços dos ingressos

Na tarde desta sexta-feira (13), a torcida organizada do Corinthians, a Gaviões da Fiel, protestou contra os preços das entradas de visitantes em jogos pelo Campeonato Paulista.

Durante a manifestação, torcedores gritavam: “devolve o futebol do povão” e pediam explicações sobre os custos relacionados às entradas em estádios de São Paulo. 

O protesto aconteceu em frente à sede da Federação Paulista de Futebol (FPF), dois dias antes do início do Campeonato Paulista, o qual marca também a estreia do jogo entre Bragantino x Corinthians. A partida está marcada para acontecer no Estádio Nabi Abi Chedid, às 16h, em Bragança Paulista.

Além dos pedidos e indignação, os torcedores também gritavam frases diretamente à FPF como: “Ingresso mais barato”, “Assalto, R$100 é um assalto” e “Federação, mais respeito com a torcida do Corinthians”.

Os valores dos ingressos para os visitantes foram vendidos por R$100 (inteira) e R$50 (meia entrada). Já para os torcedores do time da casa, os ingressos foram comercializados no valor mínimo exigido pela FPF na atual edição do campeonato, R$40. Entretanto, segundo a FPF, os clubes possuem autonomia para mudar os valores e fazer promoções, desde que informem a entidade.

Em nota oficial a torcida Gaviões da Fiel manifestou os motivos pelo protesto:

“Devido ao alto preço dos ingressos, as ORGANIZADAS DO CORINTHIANS realizaram uma manifestação da sede dos Gaviões até a FEDERAÇÃO.

Não concordamos com os valores abusivos e estamos pacificamente protestando contra isso e também exigindo providências da Federação.

Precisamos deixar claro que somos povo, e os valores não condizem com a realidade em que vivemos.

Devolve o futebol pro povão!

Gaviões da Fiel Torcida”.

A Federação Paulista de Futebol também divulgou sobre o caso:

“Acerca do protesto realizado em frente à sua sede nesta sexta-feira, a Federação Paulista de Futebol vem a público esclarecer que a entidade não tem qualquer interferência sobre os valores dos ingressos cobrados, uma prerrogativa única e exclusiva dos clubes. A FPF ressalta que está sempre atenta às demandas dos torcedores, buscando o diálogo com os clubes para proporcionar a melhor experiência ao público.

Por fim, ressaltamos que a FPF respeita toda e qualquer manifestação pacífica.”

Giovanna Giaretta Giovanna Giaretta

Jornalista formada pela UFOP, Giovanna Giaretta é apaixonada por esportes e entrou na universidade com o objetivo de se tornar Jornalista Esportiva. Cruzeirense fanática, ela não perde um jogo do time mineiro.