Em entrevista exclusiva ao site "Lance", Thiago Galhardo que deixou o Internacional no meio da temporada para defender o Celta de Vigo, hoje comandado por Eduardo Coudet, fala do relacionamento com o técnico argentino.

Comandado desde os tempos de Inter pelo profissional, que da mesma forma trocou o colorado pelo clube espanhol, Thiago Galhardo comentou como fora o encontro dos dois no Celta de Vigo.

"Em Porto Alegre, nós morávamos no mesmo condomínio a uma quadra e quando ele veio se despedir de nós, eu fui a casa dele, entregar uma camisa e ainda brinquei com ele. Falei, ah, espero que um dia a gente possa voltar a trabalhar juntos. Nunca esperava que fosse ocorrer tão depressa", declarou o atacante, que emendou:

"Ele viu toda a negociação como estava minha situação no Inter, nós entramos em contato numa terça-feira e na outra eu já estava chegando na Espanha. Foi muito rápido e muito positivo. Eu sou muito grato a ele por tudo, porque com ele que eu chego a Seleção Brasileira, eu tenho números expressivos graças a ele".

Diferenças do futebol brasileiro e espanhol

Nesta mesma entrevista, o jogador brasileiro comentou sobre a diferença de futebol entre os dois países - aqui entre Brasil e Espanha.

"Aqui se tem um futebol totalmente diferente do Brasil, em questão tática o jogo, é muito mais rápido é um jogo mais forte e posicional, é mais um diferencial e então estou me adaptando ainda, mas creio eu que tem tudo pra que a gente consiga e que eu consiga ajudar a equipe".

"Neste pouco tempo no futebol espanhol, eu me convenci que se pode treinar e jogar no mesmo ritmo. Na verdade Coudet me convenceu. Coisa que nos brasileiros, teoricamente, não imaginamos, né? Nós, no treino, vamos um pouco mais devagar, e na hora do jogo estamos bem por jogar quarta e domingo e com ele não tem mamata. Ele é alucinado por trabalho, e ele acredita muito em seu trabalho. Por ver os resultados dele nos últimos anos com o próprio Inter e agora aqui no Celta, o qual ele fez no último ano, eu acredito muito que dessa forma é correto demais", finalizou.