“Vão ter que me engolir”, Casagrande veste camisa do Grêmio antes do Grenal

Grêmio x Internacional se enfrentam neste domingo (21), às 18h30 (no horário de Brasília), pelo Brasileirão, em mais um Grenal na história. A partida conta com duas equipes que não vivem bom momento e que esperam uma reabilitação na temporada, com um resultado positivo no duelo de hoje. Antes, pela Stock Car, Gabriel Casagrande, piloto gaúcho, ficou em terceiro lugar na primeira corrida, garantido lugar no pódio e levantando a camisa do Grêmio para o alto, para celebrar o excelente resultado. O manto gremista que foi um presente de Renato Gaúcho, treinador da equipe.

Apesar de ser paranaense, Gabriel Casagrande tem raízes no Rio Grande do Sul e inclusive já foi confundido com um piloto gaúcho, tanta é a proximidade com o Estado. Ao conquistar o terceiro lugar na etapa de Tarumã da Stock Car, ele cantou o hino do Rio Grande do Sul, chamando a atenção dos presentes no local. Em entrevista exclusiva ao Minha Torcida, ele falou da ligação com o estado e a união de uma paixão e pai e filho.

“Não é uma provocação, mais um orgulho de falar que eu sou gremista. Falar que meu pai é gaúcho, que tenho raízes aqui no Estado, cantamos o hino, fazemos churrasco e juntos torcemos para o Grêmio. Meu pai também toma chimarrão, mas eu não sou muito”, afirmou Casagrande.

No momento em que o troféu do terceiro lugar foi entregue para Casagrande, ele pegou uma camisa do Grêmio e começou a balançar, para comemorar o resultado. Quando o piloto fez isto, era possível ouvir vaias direcionadas ao piloto. Vale lembrar que neste domingo, às 18h30, acontece o duelo entre Grêmio e Internacional e a rivalidade entre as equipes é muito forte. Ele comentou sobre as vaias e deu uma brincada com a situação, apesar de demonstrar descontentamento com a postura de algumas pessoas presentes na plateia.

“O pessoal que vaiou, infelizmente faz parte, acho uma atitude desrespeitosa, mas tem que aceitar que as vezes as pessoas não vão gostar de você e aqui a gente sabe que é dividido, talvez um pouco a mais para o Grêmio, não sei a estatística oficial. É bom receber o carinho da galera, os gremistas apoiam muito, os colorados infelizmente não gostam de mim, mas vão ter que me engolir, porque vai seguir muito bem pelo tempo que Deus quiser”, completou Casagrande.

Resultado na Stock Car pode inspirar craque do Grêmio no Grenal

A camisa recebida por Casagrande, em visita a Renato Gaúcho, é muito especial, pois carrega consigo o nome de um dos maiores jogadores da história do futebol mundial e que veste a camisa do tricolor. O nove, estampado na camisa, é de Suarez, craque uruguaio do time gaúcho. Casagrande, que brincou, dizendo que espera que a vitória nas pistas inspire o jogador a fazer um gol no jogo deste domingo.

“Tomara que esta comemoração também sirva para o Suarez marcar um gol. Ai vamos comemorar não só nas pistas, mas no estádio também”, finalizou Casagrande.

Otávio Silva Otávio Silva

Estudante de jornalismo com experiência em assessorias de imprensa e em portais de noticias. Apaixonado por escrever sobre esportes, mas com uma paixão ainda maior pelo futebol. Gaúcho de Porto Alegre e admirador do futebol raiz.