Tiros e feridos: tensão na Libertadores entre torcida e polícia no Maracanã

Nesta terça-feira (8), o Fluminense recebeu o Argentinos Juniors, no Maracanã, e derrotou a equipe argentina, por 2 x 0, com gols de Samuel Xavier e John Kennedy. Ao final da partida, Santiago Montiel foi expulso pelo lado da equipe visitante. Contudo, esse não foi ponto alto do duelo.

Os torcedores do Argentinos tiveram que ser contidos pela polícia do Rio de Janeiro. A torcida teve a intenção de causar confusão, mas as autoridades disparou contra os envolvidos, na intenção de conter ali mesmo a ‘bagunça'.

+Veja quem são os 5 maiores meias da história do Fluminense

+Veja quem são os 5 maiores treinadores da história do Fluminense

61 mil pessoas no Maracanã

O duelo válido pelo jogo de volta da Copa Libertadores juntou cerca de 61 mil pessoas no Maracanã, para prestigiar Fluminense e Argentinos Juniors. A primeira partida, terminou em 1 x 1 jogando na Argentina, que fechou com chave de ouro jogando no Maracanã nesta noite, ao somar um agregado em 3 x 1 para a equipe carioca.

O time de Fernando Diniz teve alguns tropeços em algumas rodadas do Campeonato Brasileiro, mas conseguiu reverter a situação nos últimos dois duelos ao bater o Santos, por 1 x 0, e o Palmeiras, por 2 x 1, também jogando no Maracanã. Ou seja, na temporada, é a terceira vitória seguida do Flu jogando em casa.

Diante disso, Felipe Melo destacou a dificuldade do Fluminense em garantir a vitória, mas que, jogando em casa, com a ajuda da torcida, foi fundamental para chegar nas quartas de final da Copa Libertadores. Agora, precisarão melhorar ainda mais suas performances para conquistar um título de tamanha grandeza.

“A gente deve melhorar para ganhar uma competição como essa e vamos melhorar. No Maracanã lotado, esperávamos classificar com uma vitória. Não encontramos nenhuma baba do outro lado, é sempre muito difícil contra qualquer equipe, mas melhoramos, pois conseguimos vencer no tempo normal. Sabemos que o que vier vai ser muito complicado, muito difícil, mas a gente segue sonhando” – disse Felipe Melo.

Carolina Castro Carolina Castro

Tenho 25 anos e sou formada em jornalismo. Desde criança desenvolvi o gosto por esporte e por isso escolhi ser jornalista. Foi a profissão que me deixou mais próxima daquilo que mais amo: falar e escrever sobre esporte.