O atual comandante técnico campeão da Champions League, Thomas Tuchel deu seu recado logo após ver sua equipe sagrar-se campeã do torneio mais importante de clubes dentro do "Velho Continente".

Em entrevista aos jornais "The Guardian e Telegraph", Tuchel avisou o dono do Chelsea - Roman Abramovich que pretende construir um "império" no clube inglês.

"Acredito que é possível. É possível porque a fundação é sólida. A crença, a determinação do clube e dos jogadores. O grupo que construíram é muito forte. Se nós realmente quisermos construir alguma coisa, estou dentro", declarou o técnico alemão.

Segundo os diários ingleses, Tuchel teria conversado com o mandatário dos "Blues" por duas vezes sobre o assunto no último final de semana, uma no sábado e outra no dia da decisão da Champions.

Ainda de acordo com essas informações, Tuchel gostaria de contar com um novo atacante para o time, onde esse já teria demonstrado interesse em Romero Lukaku - da Inter de Milão e também em Harry Kane - do Tottenham.

Além desses dois possíveis reforços, Thomas Tuchel ainda gostaria de contar com um meio-campista e um defensor que atue pelo lado direito.

Vendas na janela de transferências

Para satisfazer seu comandante técnico, o Chelsea estuda a possibilidade de algumas saídas, bem como o zagueiro - Fikayo Tomori, para o Milan, por 25 milhões de euros, e o atacante Tammy Abraham, sem destino revelado - por 40 milhões de euros.

Investimentos no elenco do Chelsea

Para investir em busca de reforços para a temporada 2021/2021, Tuchel teria a sua disposição 200 milhões de euros.

Pela conquista da Champions League, Thomas Tuchel conseguiu estender seu vínculo com o clube por pelo menos mais dois anos; isso sem falarmos no aumento salarial.