Sport confirma a saída conturbada de Lisca do comando do clube

Antecipadamente, no jogo entre Sport e Vila Nova o agora antigo comandante do Leão da Ilha foi bastante hostilizado pela torcida rubro-negra, no estádio da Ilha do Retiro, na última segunda (18). Assim, surgiu no meio do jogo a notícia da saída do treinador para o Santos.

Saída pela porta dos fundos: Torcida se revoltada e presidente do clube faz pronunciamento

Dessa maneira, após um jogo muito atípico com o empate contra o lanterna da Série B. Assim, os ânimos na ilha se inflamaram ao saberem de uma possível saída de Lisca para o time da Vila Belmiro. Antes de tudo, a notícia foi dada em primeira pelo jornalista Lucas Musetti. Apesar disso, o treinador deu uma entrevista coletiva do qual não confirmava negociação, mas também não negou ela.

Do mesmo modo, os torcedores do Sport que receberam o comandante com vaias, xingamentos e até copo de cerveja jogado da arquibancada nele em forma de revolta por conta da forma conduzida da negociação. Assim, na manhã desta terça (19), foi feito um anuncio pelo presidente do time recifense oficializando a saída de Lisca.

Dessa forma, nas palavras do mandatário leonino, Yuri Romão, o antigo comandante do Sport agiu de forma antiética. “Tudo isso denota uma atitude antiética do treinador, que prejudicou não só o projeto, mas o nosso planejamento. Recebemos há pouco o comunicado oficial onde ele pede a demissão do Sport Club do Recife”, falou o presidente. Por outro lado, o time santista pretende anunciar o treinador ainda nesta quarte (20).

Pouco tempo nos clubes vem se tornando marca de Lisca

Antes de mais nada, foram 73 jogos no América-MG e 29 jogos no Ceará são as maiores marcas do treinador pelos seus clubes. Assim, as equipes são as exceções na sua carreira já que pelo time mineiro ele chegou a ficar um ano e seis meses, já o time cearense foi pouco menos de um ano.

Em contrapartida, sua passagens pelo Internacional foram apenas quatro jogos, pelo Paraná e Guarani 7 e 9 respectivamente, no Vasco foram 12 no período de dois meses. Assim, como no Criciúma que só fez quatro partidas o mesmo número de jogos que no Leão da Praça da Bandeira. 

Foto destaque: Marlon Costa/Pernambuco Press

Meu nome é Janderson Chaves. Sou formado no curso de jornalismo, na Uninassau-Recife. Como amante do futebol sempre procurei me capacitar ao ponto de hoje ter cursos para a área, [...]