Relembre quem foi o craque da Copa do Mundo 2018

Além de ser vice-campeã mundial há quatro anos atrás, a Croácia também chamou a atenção em outro aspecto: teve em seu plantel o craque da Copa do Mundo 2018. Trata-se de de Luka Modric, meio-campista do Real Madrid.

+ Palpites Copa do Mundo 2022: Brasil é o favorito

Luka Modric, capitão da Croácia, foi eleito o craque da Copa do Mundo 2018, superando Eden Hazard, da Bélgica, e Antoine Griezmann, da França.

O baixinho, que além de ser o craque da Copa do Mundo 2018, levou a seleção croata pela primeira vez na história a uma decisão de Copa, balançou as redes duas vezes e contribuiu com uma assistência na campanha da equipe. Veja o discurso do craque da Copa do Mundo 2018:

“Gostei do reconhecimento, e agradeço quem me elegeu, mas eu gostaria de ter vencido o Mundial. Mas agora é descansar, e depois desfrutar também, porque foi importante para a Croácia”, disse Modric, na zona mista após a partida.

A decisão mantém um critério em Copas do Mundo: dar o prêmio à jogadores que não venceram a competição. O último atleta campeão a ser eleito o melhor jogador do torneio foi Romário, em 1994.

Além de ser o craque da Copa do Mundo 2018, Modric também foi eleito o melhor jogador do mundo, desbancando Lionel Messi e Cristiano Ronaldo.

“É uma emoção muito grande. É difícil falar. É um sonho realizado. Gostaria de agradecer aos meus companheiros, meus treinadores, staff do Real Madrid, companheiros de seleção e minha família. Quando criança, todos temos sonhos. Meu sonho era jogar em uma grande equipe e ganhar um prêmio com esse”, disse Modric.

Relembre quem foi o craque da Copa do Mundo 2018
Foto destaque: Reprodução / Reuters

Seleção da Copa do Mundo 2018:

  • Goleiro: Thibaut Courtois (Bélgica)
  • Zagueiro: Raphaël Varane (França)
  • Zagueiro: Samuel Umtiti (França)
  • Zagueiro: Domagoj Vida (Croácia)
  • Volante: N'golo Kanté (França)
  • Meia: Paul Pogba (França)
  • Meia: Luka Modric (Croácia)
  • Meia: Denis Dmitrievich Cheryshev (Rússia)
  • Atacante: Eden Hazard (Bélgica)
  • Atacante: Kylian Mbappé (França)
  • Atacante: Antoine Griezmann (França)
  • Treinador: Didier Deschamps (França)

Quem foi a revelação da Copa do Mundo 2018?

Além do craque da Copa do Mundo 2018, tivemos o prêmio de melhor jogador jovem da competição. Kylian Mbappé levou o troféu de jovem revelação da Copa do Mundo 2018. Veloz, habilidoso e decisivo, o francês foi uma das surpresas da competição.

Relembre os craques de Copa do Mundo:

2018

Vice-campeão com a Croácia, Luka Modric foi o craque da Copa do Mundo 2018. Eden Hazard e Griezmann completaram o pódio.

Modric Bola de Ouro Copa do Mundo Croácia
Foto destaque: Reprodução / Getty Images

2014

Antes do craque da Copa do Mundo 2018, Lionel Messi também bateu na trave com a Argentina na Copa do Mundo 2014, no Brasil. No entanto, assim como Modric, levou o prêmio de melhor jogador, seguido de Thomas Müller e Robben.

Messi com o prêmio de melhor jogador da Copa do Mundo
Foto destaque: Reprodução / Reuters

2010

O craque da Copa do Mundo 2010 foi o uruguaio Diego Forlán. Sneijder, vice-campeão com a Holanda, e David Villa, vencedor com a Espanha, ficaram na 2ª e 3ª posição, respectivamente.

Diego Forlán na Copa do Mundo de 2010
Foto destaque: Reprodução / FIFA

2006

Protagonista da grande final, em função da cabeçada em Materazzi, Zidane levou o prêmio de melhor jogador do torneio. Campeões, Canavarro e Pirlo completaram a lista.

Zidane em ação na Copa do Mundo de 2006
Foto destaque: Reprodução / Getty Images

2002

Apesar da derrota na grande final, Oliver Kahn foi eleito o craque da Copa do Mundo realizada na Coreia do Sul e Japão. Ronaldo ficou na 2ª posição e o coreano Hong Myung-bo ocupou a 3ª colocação.

Kahn perdeu a final para o Brasil, mas foi eleito o melhor jogador da Copa de 2002
Foto destaque: Reprodução / FIFA

1998

Quatro anos antes do penta, Ronaldo teve a infelicidade de ficar com o vice-campeonato mundial e ao mesmo tempo com o prêmio de melhor jogador. O artilheiro croata Davor Suker e o francês Lilian Thuram completaram a lista.

Ronaldo na Copa do Mundo de 1998
Foto destaque: Reprodução / Getty

1994

Finalmente, um campeão que ficou com o prêmio individual. Romário, depois Roberto Baggio, da Itália, e por último Stoichkov, da Bulgária.

Romário na Copa do Mundo 1994
Foto destaque: Divulgação / Mike Powell / Allsport

1990

Schillaci, artilheiro da 3ª colocada Itália, ficou com a premiação. Posteriormente, Matthäus, campeão com a Alemanha, e Maradona, vice com a Argentina.

Salvatore Schillaci na Copa de 1990
Foto destaque: Reprodução / Getty Images

1986

Diego Maradona, campeão com a Argentina, foi eleito o melhor jogador da edição. Harald Schumacher, alemão, e Larsen, dinamarquês, fecharam o top-3.

Maradona com a taça da Copa do Mundo, em 1986, no México
Foto destaque: Reprodução / Agência AP

1982

Carrasco do Brasil, Paolo Rossi foi eleito o craque da competição. Falcão e Rummenigge na 2ª e 3ª posição, respectivamente.

Paolo Rossi foi o craque da Copa de 1982
Foto destaque: Reprodução / Itália

1978

Assim como Maradona, Mario Kempes, campeão com a Argentina, foi o melhor jogador. Paolo Rossi foi o vice e o brasileiro Dirceu fechou a lista.

Mario Kempes: decisivo, campeão, artilheiro e craque em 1978
Foto destaque: Reprodução / Getty Images

1974

Um dos gênios do futebol, Cruyff pode até não ter conquistado a Copa do Mundo, mas ficou com o título de melhor jogador. Beckenbauer e Deyna fecharam o top-3 daquela edição.

Cruyff na Copa do Mundo de 1974
Foto destaque: Reprodução / Getty Images

1970

Pelé ficou com a premiação no tricampeonato brasileiro, seguido pelo companheiro de seleção Gerson e pelo alemão Gerd Müller.

Pelé é carregado nos braços durante a comemoração do Tri em 1970
Foto destaque: Divulgação / Alessandro Sabattini / Getty Images

1966

O único título inglês em Copas do Mundo teve dois jogadores do país no pódio de melhores do torneio. Bobby Charlton, Bobby Moore e Eusébio.

Bobby Charlton em 1966
Foto destaque: Divulgação / Barratts / PA Images

1962

Garrincha ganhou como melhor jogador da Copa, no bicampeonato do Brasil. Depois, Masopust, da Tchecoslováquia, e Leonel Sánchez, do Chile.

Garrincha foi o destaque da Seleção em 1962
Foto destaque: Reprodução / Agência Estado

1958

No ano do primeiro título do Brasil, Didi ficou no topo, seguido de Pelé e Just Fontaine.

Copa do Mundo 1958 - Pelé, Gilmar e Didi (à direita)
Foto destaque: Reprodução / Agência AP

1954

A Hungria perdeu a final, mas teve dois jogadores na lista de melhores do campeonato: Puskas, na 1ª colocação, e Koscis, na 2ª posição. Por fim, Fritz Walter, campeão com a Alemanha fechou o top-3.

Puskas na final de 1954 - Hungria x Alemanha
Foto destaque: Reprodução / Sportv

1950

Zizinho representou o Brasil sendo eleito o craque da edição. Os uruguaios Shiaffino e Obdullo Varela foram outros destaques.

Copa do Mundo 1950 - Zizinho
Foto destaque: Reprodução / AFP

1938

Mais um brasileiro. Desta vez, Leônidas da Silva. Silvio Piola, da Itália, e Sárosi, da Hungria, completaram o pódio.

Copa do Mundo 1938 - Leônidas da Silva
Foto destaque: Reprodução / Agência Estado

1934

Giuseppe Meazza recebeu a premiação individual. Depois dele, Sindelar, da Áustria, e Nejedly, da Tchecoslováquia.

Copa do Mundo 1934 - Giuseppe Meazza
Foto destaque: Reprodução / Getty Images

1930

Na primeira Copa do Mundo da história, José Nasazzi, do Uruguai, foi o craque da competição. Stábile, da Argentina, e José Leandro Andrade, também do Uruguai, ficaram nas outras duas posições.

Nasazzi, à esquerda, durante a Copa do Mundo de 1930
Foto destaque: Reprodução / Getty Images
André Merice André Merice

Quando pequeno, sonhava em ser jogador profissional de futebol. O destino, porém, me reservou outra tarefa. E é claro, não poderia ser sobre outra coisa: é futebol, meu amigo.