Mesmo bicampeão da Copa Libertadores da América, o Palmeiras iniciou um processo de reformulação no elenco comandado pelo técnico Abel Ferreira. Após as saídas de Felipe Melo, Jaílson, entre outros, a diretoria do Verdão começa a avançar por reforços.

E, além da oferta por Yuri Alberto, do Internacional, outro atacante está na mira do clube paulista: Trata-se de Rafael Navarro, que foi vice-artilheiro da série B do Campeonato Brasileiro pelo Botafogo, que se sagrou campeão. Aos 21 anos de idade, o jogador deve assinar contrato de 5 anos com o Palmeiras. A informação é do jornalista Venê Casagrande.

As negociações estão em estágio final, e o anúncio pode ser feito já na próxima semana. Navarro decidiu não renovar contrato com o Botafogo, e com isso, será uma contratação sem custos para o Verdão. O atacante se encaixa no perfil pedido pelo técnico Abel Ferreira: Um atacante com mobilidade e com boa presença de área.

Palmeiras venceu concorrência por Rafael Navarro

O Palmeiras não foi o único interessado no futebol de Rafael Navarro. O excelente desempenho pelo Botafogo despertou interesse de clubes do exterior, principalmente do mercado norte-americano. O estafe do jogador chegou a priorizar possíveis propostas do futebol europeu, algo que não aconteceu.

Além disso, o Botafogo não mediu esforços na tentativa de renovação com seu principal jogador na temporada 2021. Diversas reuniões, inclusive com a presença do técnico Enderson Moreira, tiveram como objetivo convencer Navarro a permanecer no clube carioca. Entretanto, a pedida salarial foi acima do possível ao Fogão, que é um dos clubes mais endividados do país.

Navarro foi o vice-artilheiro da série B do Campeonato Brasileiro. Disputou 37 jogos, marcou 15 gols e deu 9 assistências. Ao lado de Chay, foi o grande nome do Botafogo na temporada.

Rafael Navarro é o 2º reforço anunciado para a temporada 2022 no Palmeiras. O primeiro foi o meia colombiano Atuesta, que estava no LA FC, dos Estados Unidos. O zagueiro Huerta, da Universidad Católica-CHI, quase foi contratado. Entretanto, a reprovação nos exames médicos impediu a oficialização do negócio.