Quanto vale uma Sul-Americana? Para o São Paulo de 2022, vale um recomeço

Um ano resumido em 90 minutos, foi a resposta dada pelo técnico do São Paulo, Rogério Ceni,  ao ser questionado sobre a importância da final da Copa Sul-Americana 2022. Já Luciano, artilheiro do clube no certame, apontou a decisão como um divisor de águas. Decerto, ambas as respostas resumem o significado do jogo deste sábado (1), para o time paulista, que busca um recomeço.

Sem novidade, o São Paulo é um time tradicional, com uma história irretocável . O maior colecionador de títulos internacionais da história do futebol brasileiro. Tricampeão mundial, tricampeão continental e hexacampeão brasileiro. Nas palavras do próprio técnico do clube: “a história fica para sempre”.

Quanto vale uma Sul-Americana? Para o São Paulo de 2022, vale um recomeço

Contudo, atualmente o Tricolor protagoniza uma narrativa diferente, pois o clube que se acostumou a estar entre os primeiros, vive um longo jejum de títulos de grande expressão. A saber, a conquista mais recente foi justamente a Sul-Americana, em 2012. Sim, uma década atrás!

Por isso, que para um clube do tamanho do São Paulo, erguer o troféu da Sul-Americana representa mais que ganhar um título continental. Além de recolocar seu nome no radar das competições internacionais, uma vitória em Córdoba atribui o bicampeonato no certame ao time paulista. Bem como, com mais essa conquista, o clube chega ao seu 13º título estrangeiro.

O título abre espaço para uma era de novas possibilidades vindas com a classificação para a Libertadores do próximo ano. Até pelo fato do retorno à competição mais importante do continente ser o anseio da clube em 2022. E com o triunfo no certame o Tricolor  disputa a Recopa Sul-Americana da atual temporada.

Mas, além disso, sair vitorioso do duelo representa muito mais em termos de reconstrução para o São Paulo, que sobrevive com uma dívida que ultrapassa os 700 milhões de reais. Em caso de vitória, o time deixa Córdoba com uma premiação de 40, 6 milhões de reais. Dinheiro para aliviar o necessitado cofre do clube.

Certamente, por todos os motivos apresentados acima, trata-se de um jogo de recomeço para um dos gigantes do futebol nacional. Portanto, neste sábado (1), às 17h (horário de Brasília), o São Paulo Futebol Clube enfrenta o Independiente Del Valle, no Mario Alberto Kempes, em Córdoba, na Argentina.

Mas não é somente a final da Sul-Americana que está em jogo para o Tricolor Paulista. Sobretudo, a história do clube brasileiro mais bem-sucedido em competições internacionais pode ganhar uma nova narrativa. A do recomeço, da reconstrução, da esperança, de uma nova era.

Foto Destaque: Divulgação/Rubens Chiri/São Paulo FC 

Dara Oliveira Dara Oliveira

Sou jornalista. Já me aventurei no jornalismo impresso, assessoria de comunicação e sites de notícias. Como a minha grande paixão sempre foi o futebol, arrumei um jeito de dedicar o máximo possível de tempo ao melhor esporte do mundo.