Ele fica! Pelo menos é isso que diz o presidente da Confederação Brasileira de Futebol - Ednaldo Rodrigues sobre a permanência do técnico Tite a frente da seleção brasileira, logo após reunião do Conselho que puniu Rogério Caboclo com suspensão por 21 meses.

Para o novo mandatário da CBF, Tite faz um ótimo trabalho junto de sua comissão técnica e com isso permanecerá até a Copa do Mundo do Catar.

"Ele faz um ótimo trabalho, assim como toda comissão técnica. Tem 100% de aproveitamento nas eliminatórias. Não faz nenhum sentido dizer que está sob risco de sair", declarou o mandatário da CBF ao site "Terra".

Punição a Rogério Caboclo

Vale ressaltar que nesta mesma reunião que contou com a presença dos 27 presidentes das federações estaduais de futebol, Rodrigues fora confirmado no cargo até a escolha do novo presidente, que ocorrerá no próximo ano

Na reunião, os dirigentes também confirmaram o parecer da Comissão de Ética da CBF, que pedia a suspensão de 21 meses de Rogério Caboclo da presidência da entidade máxima do futebol nacional. Lembrando que o mesmo é acusado de assédio sexual e moral a uma funcionária da casa.

Assim, Rogério Caboclo não poderá concorrer à reeleição, uma vez que a escolha para o novo presidente da CBF ocorrerá em abril de 2022.

Com relação a esse assunto, Ednaldo Rodrigues falou o seguinte:

"O futebol nacional precisa ser pacificado, tendo que combater todo tipo de preconceitos. Tem de olhar para frente", destacou ele em entrevista concedida no salão nobre da CBF, onde ainda comentou que irá primar pela transparência.