A Copa Libertadores da América é o sonho de consumo de todas as equipes do futebol sul-americano. Com cada vez mais equipes brasileiras participando e chegando longe, o maior torneio do futebol continental, além de garantir vaga no Mundial de Clubes, também ajuda muito financeiramente os clubes.

Chegar ao topo do futebol da América do Sul significa mais do que alcançar a melhor posição possível dentro do continente. Também é importante a alta premiação estabelecida pela CONMEBOL, que a cada ano, vem sendo reajustada e sendo mais impactante.

Copa Libertadores da América 2022; Veja as premiações do torneio

Com 10 clubes brasileiros garantidos na competição, a Libertadores pode significar uma grande mudança no patamar financeiro em caso de título. Ser o grande campeão sul-americano rende no mínimo 23,55 milhões de dólares (R$128,69 milhões na cotação atual), e pode chegar a 26,5 milhões de dólares (R$144,8 milhões), se o campeão entrar na primeira fase preliminar. Veja as premiações por fases:

  • 1ª fase preliminar: U$$400 mil por jogo como mandante (R$2,19 milhões);
  • 2ª fase preliminar: U$$500 mil por jogo como mandante (R$2,73 milhões);
  • 3ª fase preliminar: U$$600 mil por jogo como mandante (R$3,01 milhões);
  • Fase de grupos: 3 milhões de dólares (R$16,39 milhões)*;
  • Oitavas de final: U$$1,05 milhão de dólares (R$5,74 milhões)*;
  • Quartas de final: U$$1,5 milhão de dólares (R$8,2 milhões)*;
  • Semifinal: 2 milhões de dólares (R$10,93 milhões)*;
  • Vice-campeão: 6 milhões de dólares (R$32,79 milhões)*;
  • Campeão: 16 milhões de dólares (R$87,43 milhões).

*Os valores destacados ainda não foram confirmados pela CONMEBOL.

Para a edição de 2022, a CONMEBOL anunciou que houve uma incrementação em relação aos valores que foram pagos na edição de 2021. O Palmeiras em 2021 recebeu a quantia de 22,5 milhões de dólares (R$122,9 milhões), enquanto que em 2022 o campeão receberá a quantia total de 25 milhões de dólares (R$136,6 milhões) se ingressar na fase de grupos.

Por fim, a CONMEBOL ainda anunciou que doará U$$1 milhão para cada confederação do continente como forma de incentivo econômico. A entidade é que definirá a utilização dos recursos.

Maiores campeões da Copa Libertadores da América 2022

  1. Independiente: 7 (1964, 1965, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1984)
  2. Boca Juniors: 6 (1977, 1978, 2000, 2001, 2003 e 2007)
  3. Peñarol: 5 (1960, 1961, 1966, 1982 e 1987)
  4. Estudiantes: 4 (1968, 1969, 1970 e 2009)
  5. River Plate: 4 (1986, 1996, 2015 e 2018)
  6. Palmeiras: 3 (1999, 2020 e 2021)
  7. Grêmio: 3 (1983, 1995 e 2017)
  8. Nacional-URU: 3 (1971, 1980 e 1988)
  9. Olimpia: 3 (1979, 1990 e 2002)
  10. Santos: 3 (1962, 1963 e 2011)
  11. São Paulo: 3 (1992, 1993 e 2005)
  12. Atlético Nacional-COL: 2 (1989 e 2016)
  13. Cruzeiro: 2 (1976 e 1997)
  14. Flamengo: 2 (1981 e 2019)
  15. Internacional: 2 (2006 e 2010)
  16. Argentinos Juniors: 1 (1985)
  17. Atlético-MG: 1 (2013)
  18. Colo-Colo: 1 (1991)
  19. Corinthians: 1 (2012)
  20. LDU: 1 (2008)
  21. Once Caldas: 1 (2004)
  22. Racing: 1 (1967)
  23. San Lorenzo: 1 (2014)
  24. Vélez Sarsfield: 1 (1994)
  25. Vasco da Gama: 1 (1998)

Maiores campeões da Libertadores por país

Argentina: 25
Brasil: 21
Uruguai: 8
Colômbia: 3
Paraguai: 3
Chile: 1
Equador: 1