Dificilmente teremos a volta do público aos estádios de futebol na Série A nas próximas semanas, tudo isso por causa do estado da Bahia, onde seu governo voltou a impedir o retorno de torcedores aos estádios por conta de novos casos de COVID-19, que cresceu nos últimos dias.

A determinação foi dada através de coletiva realizada nesta segunda-feira (27), onde Rui Costa destacou o aumento de 40% nos casos de Coronavírus nos últimos 10 dias na região, adiando com isso a possibilidade da volta dos torcedores aos eventos esportivos.

"Não haverá anúncio de jogos com público essa semana. Seria contrassenso da minha parte. Como disse dez dias atrás, se vocês prestarem atenção na minha declaração, eu disse que estava analisando a abertura de público nos estádios. Cheguei a dizer isso publicamente por duas vezes. Mas passado dez dias, daquela data, nós estávamos com dois mil casos positivados; hoje se estivéssemos com 1.300, provavelmente estaria aqui anunciando a abertura dos estádios para o público. Mas o cenário é outro. Eu tinha dois mil e agora tenho mais 700 casos confirmados. Seria um contrassenso eu anunciar hoje a abertura de público no estádio", destacou o chefe máximo da Bahia.

Reunião da CBF com 19 clubes

Vale lembrar que a Confederação Brasileira de Futebol marcou novo encontro com os 19 clubes da Série A, no dia de amanhã, onde a mesma deve debater entre outros assuntos, o retorno dos torcedores aos estádios de futebol, porém, a mesma protocolou um documento onde todos os clubes assinaram que só voltaria o público quando houvesse liberação de torcedores em todas as cidades que sediam as partidas.

Desta forma, por conta desta nova determinação da Bahia dificilmente teremos a volta do público já na rodada do próximo final de semana; aguardemos!