O bom filho a casa torna! Palmeiras contrata atacante que foi da base do Verdão

Segundo informação divulgada pelo jornalista Venê Casagrande, o Palmeiras fechou com mais um novo reforço para a temporada 2023. Dessa vez, o Verdão trouxe um jogador que já é conhecido da casa e será grande reforço no ataque que já conta com Endrick, Rony e Dudu.

Sendo assim, Artur, de 25 anos, irá compor a equipe de Abel Ferreira. Das categorias de base, o jogador deu seu pontapé inicial na carreira profissional no Verdão em 2016. Contudo, participou de apenas 10 jogos e sem balançar as redes nenhuma vez. Em consequência, foi emprestado ao Novorizontino, Londrina e ao Bahia. Em 2020, fechou com o Red Bull Bragantino, se tornando seu último clube antes de voltar ao Palmeiras, time do seu coração.

Palmeiras tinha concorrência

Antes de fechar contrato com o Palmeiras, Artur também era interesse do Flamengo, atual campeão da Libertadores e Copa do Brasil. Do mesmo modo, Corinthians também estava de olho no atacante, mas sabia da vontade do jogador em voltar para o clube alviverde. Sendo assim, Artur chega para compor o ataque do Palmeiras e terá cinco temporadas para ter uma performance diferente da primeira, que foi discreta e onde resultou na sua saída em 2019.

O bom filho a casa torna! Palmeiras contrata atacante que foi da base do Verdão
Artur retorna ao Palmeiras – Foto: divulgação/Palmeiras

Palmeiras se prepara para mais títulos

Vale lembrar, que o Verdão tem mais uma disputa de decisão nas próximas duas semanas. Finalista do Paulistão, busca o título contra o Água Santa, primeira vez da equipe em uma final do campeonato estadual. Ainda, o time de Abel Ferreira, também está garantido na competição da Libertadores, Copa do Brasil e Brasileirão Série A, no qual é o atual campeão. Ou seja, será um grande ano para o Palmeiras, que colecionar troféus se tornou rotineiro últimos anos para o clube do Allianz Parque.

Foto destaque: Cesar Greco/Palmeiras

Carolina Castro Carolina Castro

Tenho 25 anos e sou formada em jornalismo. Desde criança desenvolvi o gosto por esporte e por isso escolhi ser jornalista. Foi a profissão que me deixou mais próxima daquilo que mais amo: falar e escrever sobre esporte.