“Caso de polícia”; Palmeiras denúncia Wtorre e cobra dívida milionária

Sem dúvidas, o Palmeiras tem um dos melhores estádios da América do Sul, tendo um bom espaço para público e podendo ser multiúso, não sendo apenas usadas para jogos de futebol. Porém, o Verdão vai mais uma vez à justiça cobrando a empresa que cuida do estádio, a Wtorre, por uma dívida de mais de 100 milhões de reais.

Policia abre inquérito por dívida da Wtorre com o Palmeiras

Visando ter um grande estádio e uma boa parceria, o Palmeiras se aliou a Wtorre para a reforça do Parque Antartica, que, no futuro, veio se chamar Allianz Parque, por conta da venda do nome do estádio para a empresa Allianz.

Além disso, a Wtorre, empresa que cuida da parte de eventos do estádio, fez um contrato com o clube paulista que o mesmo ainda, sim, receberia por todos os eventos em sua casa.

Entretanto, o Palmeiras abriu um processo na polícia contra a Wtorre pela falta de pagamento desses números desde 2015, onde mesmo declarando os valores que o clube teria que receber, não pagou nada.

Entretanto, a empresa falou sobre o inquérito aberto pelo clube e se mostrou muito surpresa com o ocorrido, o dizendo ser um ataque despropositado.

“A dirigente tem desrespeitado de forma reiterada as decisões do Tribunal de Arbitragem, que tramita sob sigilo, e tenta atingir de forma injustificável a reputação da empresa parceira da SEP. Esse novo e despropositado ataque não condiz com a gestão séria da Real Arenas, que investiu na construção do Allianz Parque, reconhecida como melhor arena da América Latina”.

Por fim, muita coisa ainda pode acontecer neste embate entre clube e empresa. Sendo assim, os valores que chegam em torno de R$ 127 milhões de reais, ainda devem ser muito discutidos.

Raphael Almeida Raphael Almeida

Jornalista 33 anos. Atualmente sou repórter e comentarista na Web Rádio Bate Fundo Esportivo. Redator no portal Minha Torcida com passagens por Premier League Brasil e Futebol na Veia.