Onde Vidal poderá render melhor no Flamengo?

Em resumo, jogador é esperado esta semana no Rio para iniciar o trabalho. Comentarista Carlos Eduardo Mansur elogia capacidade: “Sabe defender e atacar”

Antes de mais nada, depois de muitas especulações, VidalFlamengo chegaram num acordo e o chinelo irá atuar pela equipe Rubro-Negra e realizar um sonho antigo que ele já falava publicamente tem tempo.

Mas a dúvida que fica é, onde Vidal poderá ser escalado para aumentar as chances de ter o desempenho que dele se espera? Desde que o técnico Dorival chegou ao Flamengo, na maior parte dos jogos ele desenhou o time com um volante mais recuado e dois mais à frente, um pela esquerda e outro pela direita.

A aposta é de que o jogador, de 35 anos, pode se encaixar bem pela direita, como um desses homens à frente do primeiro volante. Recentemente o time perdeu Andreas Pereira, que retornou ao Manchester United. Contra o Santos, no sábado, o treinador escalou o trio Thiago Maia, Victor Hugo e Everton Ribeiro.

Análise do comentarista Carlos Eduardo Mansur

“Pela forma que o Dorival costumar armar seus times, sempre pendendo para um 4-3-3, com um volante mais fixo e dois à frente, um com mais saída do que o outro, imagino o Vidal como um segundo homem à frente deste jogador mais fixo. Sabe defender e atacar. Nessa posição, acho que ele tem a possibilidade de ter um impacto técnico grande, mas vai depender do que ele terá ao redor dele. Embora acho que venha com boa condição de competir, acho importante o Flamengo não ter um acúmulo muito grande de jogadores com mais de 30 anos nessa estrutura em torno dele. Tecnicamente, tem condição de impactar muito.”

Contratações

Assim como Everton Cebolinha, Vidal só poderá estrear pelo Flamengo após a abertura da janela de transferências, dia 18 de julho. A expectativa é de que ele chegue ao Rio de Janeiro ainda esta semana para iniciar o trabalho de recondicionamento físico.

Na última temporada, o volante foi a maior parte do tempo reserva na Inter de Milão, mas manteve intacto seu posto na seleção do Chile.

 

Meu nome é Lucas, tenho 24 anos, sou carioca e sou estudante de jornalismo e apaixonado por esportes que tentou ser jogador, mas não conseguiu por falta de tempo. Então [...]