Novidade Globoplay: “Galvão: Olha o Que Ele Fez”

A partir desta quinta-feira (18), o sistema de streaming do Globoplay lança uma nova série na plataforma. A saber, será uma história documental contada sobre a trajetória do narrador global, Galvão Bueno.

“Sempre fui polêmico. Mas eu digo que sou um vendedor de emoções. Ao mesmo tempo, digo que sou um equilibrista. Eu ando no fio da navalha o tempo inteiro: de um lado as emoções, que eu tento vender, e do outro a realidade dos fatos. Na medida do possível, tento não mudar a realidade dos fatos. A ideia sempre foi essa”, declarou o narrado Galvão Bueno durante o evento de estreia.

A mais nova série Globoplay: “Galvão: Olha o Que Ele Fez”

Na última segunda-feira (15), o sistema de streaming Globoplay promoveu um evento de lançamento da sua nova série. A saber, a história documental traz os detalhes da trajetória do narrador global Galvão Bueno.

O evento aconteceu com a exibição do 1º episódio intitulada por “Galvão: Olha o Que Ele Fez”. A pré-estreia aconteceu no Kinoplex Leblon Globoplay, na Zona Sul do Rio de Janeiro, e contou com a presença de grandes nomes do universo esportivo como ex-árbitro Arnaldo Cezar Coelho e ex-jogador e comentarista Junior.

A série conta os detalhes da trajetória de mais de 40 anos de profissão de Galvão Bueno. Em suma, a produção desenvolveu a história do narrador de 72 anos, com cinco episódios com mais de 60 depoimentos. Ademais, o grupo passou dias junto com Galvão em importantes viagens para acompanhar a carreira do comunicador. Ou seja, Estados Unidos, Japão e Catar foram alguns dos países visitados.

“Pedi, junto com a produção e direção, para que não fosse uma coisa “Ah, como ele é bonzinho”. A vida não é assim. Não sou bonzinho 24 horas por dia. Mas também não sou nenhum monstro”, completou Galvão durante o evento de pré-estreia.

Vale ressaltar que o desenvolvimento da série acontece com duas camadas da trajetória de Galvão. Aliás, começará com a infância e seguirá para os dias atuais e principais produções desenvolvidas pelo narrador.

“Foi um mergulho na sua carreira, sem ser chapa-branca. Acho que conseguimos fazer isso. Fomos lá atrás, na infância do Carlinhos, para entender como foi esculpido esse narrador tão marcante, o maior de todos. Com suas dúvidas, suas contradições, suas certezas”, compartilhou Sidney Garambone, diretor da série durante o evento.

Carolina Castro Carolina Castro

Tenho 25 anos e sou formada em jornalismo. Desde criança desenvolvi o gosto por esporte e por isso escolhi ser jornalista. Foi a profissão que me deixou mais próxima daquilo que mais amo: falar e escrever sobre esporte.