MLS: jovem do Barcelona, Riqui Puig, vai atuar no Las Galaxy nos próximos três anos

De acordo com Fabrizio Romano, especialista em mercado de transferência europeia, o jovem Riqui Puig, do Barcelona, vai jogar no Las Galaxy, da Major League Soccer. Assim, o contrato do clube dos Estados Unidos com o jogador estará em vigor pelos próximos três anos. A saber, o espanhol tem apenas 22 anos de idade.

Riqui Puig queria Europa

Formado nas categorias de base do Barça, o meio-campista havia priorizado sua permanência na Europa. No entanto, devido a falta de ofertas realmente interessantes, optou por aceitar a proposta de um clube que lhe garante um salário viável. Riqui tinha até próxima quinta-feira (4) para assinar com a equipe de Los Angeles, tendo em vista o fechamento da janela americana.

A equipe blaugrana vai manter uma porcentagem do meio-campista, visando uma venda futura. Desse modo, é tratado como uma das maiores promessas da Espanha para os próximos anos. Bem como citado acima, Puig é cria das categorias de base dos Culés. Porém, não conseguiu destaque no time profissional e se encontra entre os reservas do técnico Xavi.

Valor de mercado

Ainda assim, Riqui Puig é avaliado em sete milhões de dólares (aproximadamente R$ 37 milhões na cotação do dia) pelo site Transfermarkt, assim sendo, fez 56 jogos pela camisa do Barcelona, marcou dois gols e deu três assistências. Nesse sentido, em sua última temporada, o meia não teve muito espaço e jogou apenas 18 partidas pela equipe Catalã, marcando somente um gol.

Em resumo, caso chegue para atuar nos Estados Unidos, a promessa repetirá os passos de outros jogadores que saíram do Barcelona para atuar no país como seu companheiro de time, o meia Victor Vázquez e os volantes do LAFC e Sporting KC, Ilie Sánchez e Uri Rossell, respectivamente.

Riqui Puig fez sua estreia pelo Campeonato Espanhol em 13 de abril de 2019.  Desse modo, entrou no empate em 0 x 0 contra o Huesca. Em síntese, jogou 67 minutos. É também jogador da seleção espanhola sub-21.

Foto destaque: Pau Barrena /AFP

Sou Caio, tenho 23 anos, faço jornalismo. Procuro me especializar em Jornalismo Esportivo e meu maior sonho é comentar uma Copa do Mundo