Mesmo com assédio do Flamengo, Ferreira prioriza o Grêmio e renova até 2024

O atacante Ferreira permanecerá no Grêmio para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira (19), a direção gremista e o estafe do jogador acertaram a renovação contratual. Além de ampliar o vínculo entre as partes, o negócio ainda concedeu aumento nos vencimentos e na multa rescisória de Ferreira.

O camisa 11 assinou contrato até 2024. O antigo vínculo entre as partes era válido até 2023 e a multa de rescisão para o exterior estava fixada em 8 milhões de euros. Os valores da multa rescisória atualizada ainda são mantidos em sigilo, porém, durante as tratativas entre as partes, o Grêmio expôs o interesse de aumentar para cerca de 50 milhões de euros.

Além de garantir a permanência do atacante para a temporada de 2022, a renovação contratual, de quebra, afasta o interesse do mercado interno e externo no jogador. Conforme apurado pela reportagem, recentemente o Charlotte FC e Orlando City, ambos dos Estados Unidos, além do Fenerbahce, da Turquia, Al Hilal, da Arábia Saudita, e principalmente o Flamengo, que possui venda iminente de Michael, demonstraram interesse na contratação de Ferreira.

Mesmo com o clube carioca chegando, inclusive, a oferecer o dobro do salário que Ferreira passará a ganhar no Grêmio através da renovação, o fato do jogador ter priorizado a permanência no Tricolor Gaúcho, para ajudar o clube a retornar para a elite do futebol brasileiro, pesou para que ocorresse a ampliação contratual entre as partes.

Nos bastidores do clube, o Grêmio considera Ferreira como sendo peça fundamental para que o time gaúcho consida retornar à primeira divisão. Mesmo com o rebaixamento em 2021, o atacante de 24 anos conseguiu obter destaque. No último Campeonato Brasileiro, Ferreira disputou 29 partidas, marcando três gols e distribuindo seis assistências.

Acadêmico de jornalismo na UniRitter, entusiasta por futebol e tudo que acontece nesse mundo esportivo