Melhores momentos do GP da Inglaterra

Aconteceu neste domingo (3), o GP da Inglaterra de Fórmula 1 2022. Assim, em uma corrida marcada por acidentes e reviravoltas, a vitória acabou com Carlos Sainz, da Ferrari. Em suma, foi a 1ª vitória da carreira de Sainz na Fórmula 1, no mesmo fim de semana onde o espanhol fez a pole position. Sergio Pérez e Lewis Hamilton fecharam o pódio.

Por outro lado, o líder do mundial de pilotos, Max Verstappen, foi apenas o 8º colocado. Enquanto Charles Leclerc terminou em 4º lugar.

Como foi o GP da Inglaterra

Na 1ª largada, Max Verstappen assumiu a ponta de Carlos Sainz logo na 1ª curva. Entretanto, após os acidentes e o acionamento da bandeira vermelha (que aconteceu com menos de uma volta), o grid original foi reestabelecido para a 2ª largada do GP da Inglaterra.

2ª largada

Assim, após 53 minutos de paralização, aconteceu a 2ª largada em Silverstone. E nesta, Carlos Sainz conseguiu manter a liderança, após o ataque de Max Verstappen. Contudo, o 3º e 4º colocados (Charles Leclerc e Sergio Pérez) entraram na briga, e os quatro primeiros chegaram a ficar lado a lado. Apesar disso, Sainz ficou com a liderança mesmo assim. Verstappen manteve a 2ª colocação, porém sofrendo muita pressão de Leclerc. Um pouco mais atrás, Lewis Hamilton e Lando Norris disputaram a 5ª posição, com o heptacampeão prevalecendo.

A saber, Verstappen conseguiu segurar a pressão de Leclerc e partiu para a caça de Sainz. Caça que não durou muito tempo. Já que algumas voltas depois, o espanhol errou a curva e entregou de bandeja a liderança para o piloto da Red Bull.

Entretanto, um dano no assoalho de Max Verstappen fez com que o holandês ficasse lento. Assim, sendo ultrapassado por Sainz e Leclerc antes de parar nos boxes e voltar na 8ª posição.

Então, Leclerc e Sainz brigavam pela liderança, com o monegasco não conseguindo passar seu companheiro de equipe. A saber, ele chegou a cobrar uma ação de sua equipe (a Ferrari), que respondeu que os pilotos estavam “livres para brigar”. Logo após isso, Sainz entrou nos boxes, com Leclerc assumindo a ponta e Hamilton em 2º.

Depois das paradas para troca de pneus de Leclerc e Hamilton, o piloto da Ferrari era o líder, com Carlos Sainz em 2º e Hamilton em 3º. Sergio Pérez, que havia entrado nos boxes na 4ª volta (devido a um dano em seu carro), era o 4º colocado. Porém, estava muito longe da briga pelo pódio.

Tudo mudou na 41ª volta (de 52 voltas previstas). Já que Esteban Ocon teve um problema no motor e abandonou o GP da Inglaterra. Assim, causando um safety car, juntando todo o pelotão. Então, Hamilton, Sainz, Pérez, Alonso, Norris e Verstappen (entre os 10 primeiros) partiram para os boxes para colocar pneus macios novos. Ao contrário do líder Leclerc, que não foi chamado para trocar de pneus.

3ª relargada do GP da Inglaterra

Quando o safety car deixou o GP da Inglaterra, mais uma relargada espetacular. Em suma, Carlos Sainz rapidamente tomou a liderança de Leclerc (que estava com pneus duros gastos) e Pérez tomou a 3ª posição de Hamilton (ambos com pneus macios novos).

Rapidamente, Pérez abriu vantagem sobre Hamilton e partiu para cima de Charles Leclerc. Contudo, Leclerc, neste primeiro momento, segurou Pérez, fazendo com que Hamilton se aproximasse novamente. Mas era questão de tempo para que Pérez e Hamilton ultrapassassem o monegasco. Já que Leclerc estava com pneus antigos e duros, enquanto seus adversários estavam com pneus macios e novos.

Por fim, Sainz venceu sua primeira corrida na Fórmula 1. Pérez e Hamilton completaram o pódio. Leclerc foi o 4º colocado, com Alonso em 5º. Norris, Verstappen, Schumacher, Vettel e Magnussen completaram, respectivamente, a zona de pontuação.

Foto destaque: Divulgação/F1 Twitter