Depois de mais uma derrota gremista na Série A, agora diante do Fortaleza, nesta última quarta-feira (13), em entrevista coletiva pós-jogo o vice-presidente de futebol do Grêmio anunciou sua demissão.

Vivendo um momento delicado dentro da Série A – do Brasileirão 2021, o Grêmio que no início desta semana já tinha perdido seu treinador, viu nesta última quarta-feira seu vice de futebol pedir as contas.

Marcos Hermann já vinha sofrendo pressão da torcida durante as últimas rodadas e diante de mais um fracasso gremista pelo Campeonato Brasileiro, o mesmo não aguentou, pedindo assim demissão de sua função dentro do clube.

Marcos Hermann no Grêmio

O profissional em questão fora anunciado no futebol gremista em 20 de abril deste ano, logo após a demissão de Renato Portaluppi, sendo o grande responsável pela chegada de Tiago Nunes a Arena.

Além disso, ele também foi o responsável pelas contratações de Mathias Villasanti, Campaz e Miguel Borja.

Sob seu comando no futebol, conquistou o Campeonato Gaúcho e a Recopa Gaúcha deste ano, no entanto, a partir daí os resultados ruins começaram a aparecer e com a constante permanência na zona de rebaixamento para a Série B, foram os grandes motivos para a sua saída do cargo.

Vale lembrar que além da função de vice de futebol, Hermann também é vice-presidente da gestão de Romildo Bolzan, que também sofre muita pressão da torcida para deixar o clube após os maus resultados.

Próximo compromisso gremista pela Série A

O próximo jogo do Grêmio pelo Brasileirão será neste domingo (17), diante do Juventude, na Arena, em Porto Alegre; o clássico gaúcho está marcado para às 18h15 (de Brasília).