Em entrevista coletiva no início da tarde desta quarta-feira - 08 de dezembro, o treinador comunicou aos presentes e aos ouvintes das rádios, que permanecerá no clube de Buenos Aires por mais uma temporada.

Nesta mesma coletiva, ele revelou que pensou muito sobre o seu futuro após o título nacional e que só decidiu sua permanência nos Millonários, nesta semana.

"Não tive muito tempo para refletir. Mas decido ficar. Além do que senti, do que vivi, e do que sinto no momento, creio que vale a pena. Decido ficar um ano mais", revelou o profissional.

Marcelo Gallardo no River Plate

O treinador argentino está à frente do River Plate desde junho de 2014, ou seja, há sete anos e meio, com contrato atual encerrando no dia 31 de dezembro e que agora será renovado por mais um ano.

Desta forma, Gallardo rejeita o convite de comandar a seleção uruguaia, que o tinha como nome preferencial para substituir Óscar Tabárez.

Depois de anunciar que daria uma coletiva depois do meio-dia, vários torcedores do River Plate foram para as imediações do Monumental de Núñez para pedir sua permanência; lembrando que muito em breve o treinador terá sua estátua inaugurada no estádio já aqui citado.

Pelo River, Gallardo como treinador ajudou o clube a conquistar 13 títulos desde então, onde neste ano levou a primeira taça da Primeira Divisão da Argentina, sendo esse um dos poucos troféus que faltam ou faltavam na galeria dos Millonários (ainda falta o do Mundial de Clubes).

Comunicado de Marcelo Gallardo no River Plate

"Eu não queria que gerasse tudo isso que gerou. Que as pessoas fiquem com incertezas, passe por aquele momento de angústia do sentimento do torcedor. Mas bom, o que fica claro é que não tenho muito o que dizer como forma de agradecimento a todo o carinho que o torcedor me dá, a todo esse carinho, que é a maneira de me sentir retribuído esse carinho e esse amor, renovando minhas energias e tentando seguir liderando esta gestão esportiva que é o que realmente me faz feliz, por isso eu fico aqui", destacou o treinador.

Com isso, segundo a imprensa argentina, Marcelo Gallardo só deve deixar o comando técnico do River para dirigir um grande clube na Europa ou até mesmo a seleção argentina pós Copa do Mundo de 2022.