Veja os maiores zagueiros da história do Vasco

Um dos mais tradicionais e mais conhecidos clubes do futebol brasileiro, o Clube de Regatas Vasco da Gama tem mais de 15 milhões de apaixonados, que acompanham o clube onde ele estiver. Além de sua imensa torcida, o Cruzmaltino conta com uma rica história, repleta de momentos memoráveis, títulos, e claro, a construção de vários ídolos. Portanto, confiramos os maiores zagueiros da história do Vasco.

Os maiores zagueiros da história do Vasco

Mauro Galvão

Mauro Geraldo Galvão, ou apenas Mauro Galvão, é um dos grandes símbolos do time do Vasco na década de 90, período em que o Cruzmaltino alcançou enormes conquistas.

O zagueiro chegou ao clube carioca mais para o fim da sua carreira, em 1997, logo após ter sido campeão do Campeonato Brasileiro de 1996, com o Grêmio. Permaneceu no Rio de Janeiro por 3 anos e alcançou o auge mesmo já próximo de se aposentar.

Logo no seu primeiro ano vestindo a camisa do Vasco da Gama, Mauro Galvão voltou a ser campeão nacional. Liderando a zaga do time vascaíno e jogando ao lado do jovem Odvan, que também havia acabado de chegar, ele foi importantíssimo na conquista.

No ano seguinte, em 1998, veio a principal conquista da sua carreira e, dessa vez, usando a faixa de capitão. Naquele ano, o Vasco da Gama se sagrou campeão da Libertadores da América, batendo o Barcelona de Guayaquil na final.

Além de ser o responsável por erguer a Taça Libertadores, Mauro Galvão também participou de outras conquistas importantes do Vasco, como o Brasileiro e a Mercosul de 2000, o Carioca de 1998 e o Rio-São Paulo de 1999. Ao todo, disputou 88 partidas com a camisa do clube. 

Bellini

Bellini chegou ao clube em 1952, com apenas 22 anos, em um período de reconstrução para o Vasco, que sofreu o desmanche do time do Expresso da Vitória.

Apesar das condições adversas, Bellini conseguiu mostrar todo seu potencial, alcançando, inclusive, a titularidade do Brasil na Copa do Mundo de 1958, torneio que marcou o primeiro título da Seleção Brasileira em Copas.

Pelo Vasco, o defensor atuou em mais de 430 partidas, sendo o 10º jogador em números de jogos vestindo a camisa do clube.

Além disso, ajudou a equipe nas conquistas de três Campeonatos Carioca (1952, 1956 e 1958), além do título da Copa Rio-São Paulo (1958).

Dedé

É um dos maiores ídolos da recente história do clube. Ele foi peça fundamental no time na conquista da Copa do Brasil, em 2011. Por isso, “Dedeckembauer”, apelido dado pela torcida em alusão ao lendário Franz Beckembauer, foi um dos melhores defensores do futebol brasileiro naquela temporada.

Além disso, Dedé marcou 19 gols em 160 jogos pelo Vasco.

Ricardo Rocha

O zagueiro foi campeão do mundo com a Seleção Brasileira, em 1994. Ele tinha a garra e a técnica como suas principais virtudes. Além disso, o xerife era um líder nato em campo. Apesar da curta passagem pelo Vasco, Ricardo Rocha foi capitão do time na conquista do Tricampeonato Carioca em 1992, 1993 e 1994.

Raphael Almeida Raphael Almeida

Jornalista 33 anos. Atualmente sou repórter e comentarista na Web Rádio Bate Fundo Esportivo. Redator no portal Minha Torcida com passagens por Premier League Brasil e Futebol na Veia.