Veja quem são os 5 maiores goleiros da história do Santos

O Santos é um dos maiores clubes brasileiros, com uma longa e importante história no futebol nacional e internacional. Assim, é natural que grande arqueiros tenham passado pelo Peixe, com uma passagem vitoriosa para o clube paulista. Por isso, vamos trazer cinco dos maiores goleiros da história do Santos.

Os maiores goleiros da história do Santos

5 – Cejas

Veja quem são os 5 maiores goleiros da história do Santos
Goleiro Agustin Cejas com a camisa do Santos. Divulgação/Santos.

O 8º goleiro com mais jogos pelo Santos, Cejas atuou em 252 partidas. O argentino começou a carreira jogando pelo Racing, em 1962, onde ficou até 1970. Naquele ano, partiu para o Peixe, ficando na equipe santista de 1970 até 1974.

Fazendo grandes atuações pelo Santos, Cejas foi eleito o melhor goleiro da temporada, conquistando a Bola de Ouro da Revista Placar, em 1973. Naquele mesmo anos, ajudou o seu clube a ser campeão paulista. Sendo um ídolo do Peixe, tem sua imagem gravada no muro do CT Rei Pelé.

4 – Fábio Costa

Com um estilo de jogo agressivo, Fábio Costa se destacou no Santos, onde fez duas passagens. A primeira, entre 2000 e 2003, ficou com a taça do Campeonato Brasileiro de 2002. No ano seguinte, foi vice-campeão da Copa Libertadores.

Chegou a ir para o rival, Corinthians, onde ficou por dois anos. Mas retornou ao Peixe em 2006. Dessa vez, defendeu as cores do clube santista até 2013. Nos dois primeiros anos, foi bicampeão paulista. Apesar de ter tido problemas com os torcedores, Fábio é o 2º goleiro com mais jogos pelo clube, 345.

3 – Rodolfo Rodríguez

Outro goleiro estrangeiro que marcou história no Santos foi Rodolfo Rodríguez. Chegou no time em 1984, atuando no Peixe pelas próximas quatro temporadas. Logo virou ídolo, com os torcedores admirando suas grandes atuações e liderança em campo.

Foram três títulos conquistados com o clube. O primeiro, em 1984, foi o Campeonato Paulista. Em 1985, conquistou a Copa Kirin, no Japão, um torneio amistoso que misturava seleções e clubes. Acabou ajudando a derrotar seu país, o Uruguai. Mais tarde, em 1987, foi campeão do Torneio Cidade de Marseille, na França.

2 – Manga

Agenor Gomes, apelidado de Manga, é o recordistas de jogos com a camisa do Santos. Foram 401, mais de 50 a mais que o 2º. O Peixe também é o clube por onde mais ficou, de 1951 a 1959. O goleiro, que começou a carreira no Flamengo, foi para o futebol paulista.

Fez grandes partidas pelo Santos, mas acabou sendo emprestado ao Bahia, em 1954. Quando voltou, no ano seguinte, foi o titular do Peixe e ajudou na conquista do bicampeonato paulista de 1955 e 56. Voltou a levantar a taça do Campeonato Paulista em 1958.

1 – Gylmar

Dado, por muitos torcedores, como o maior goleiro que o Santos já teve, Gylmar atuava pelo Corinthians, antes de chegou no time santista. Com problemas no seu clube, o arqueiro decidiu ir para o Peixe, em 1962.

Esteve em campo pelo Santos quando o time foi bicampeão da Copa Libertadores, fazendo história como uma equipe brasileira. Também foi cinco vezes campeão paulista com o Peixe, em 1962, 64, 65, 67 e 68. Cinco vezes campeão brasileiro, em 1962, 63, 64, 65 e 68. Assim como venceu a Copa Intercontinental, em 1962 e 63, Torneiro Rio-São Paulo, em 1963, 64 e 66, e a Recopa dos Campeões Mundias, em 1968.

Gylmar também atuou pela Seleção Brasileira. Em 1958 e 1962, foi campeão da Copa do Mundo pelo Brasil.

Raphael Almeida Raphael Almeida

Jornalista 33 anos. Atualmente sou repórter e comentarista na Web Rádio Bate Fundo Esportivo. Redator no portal Minha Torcida com passagens por Premier League Brasil e Futebol na Veia.