Veja os maiores atacantes da história do América-MG

Considerado o terceiro maior clube de Minas Gerais, o América-MG é sinônimo de boas administrações e resultados nos últimos anos. Ao longo da história, o Coelho presenciou ótimos times e diversos goleadores que honram a camisa do Mequinha. Portanto, listamos os maiores atacantes da história do América-MG.

Vale ressaltar que o América tem em sua grande história alguns títulos importantes: Campeonato Mineiro (16), Brasileirão Série B (2).

Os maiores atacantes da história do América-MG

Euller

Apelidado de O Filho do VentoEuller defendeu o América-MG por mais de dez anos (1987 – 1993 e 2007 – 2012). O veloz e arisco atacante foi revelado pelo Coelho no início da década de 90, durante o título estadual americano após duas décadas de jejum.

Aposentou-se em outro momento histórico da instituição, em pleno ano do centenário, na partida de reinauguração do Estádio Independência, em 2012.

Ao todo, Euller atuou em 10 temporadas pelo América. No período (dividido em duas passagens), marcou 79 gols e conquistou três títulos (Mineiro de 1993 e 2007 e o Campeonato Brasileiro da Série C em 2009). O Filho do Vento é o quinto maior artilheiro da história do clube.

Jair Bala

Jair Bala é considerado por muitos o maior do Coelho. O ídolo teve duas passagens pelo clube. Na primeira, foi artilheiro do Mineiro com 25 gols. Marca que somente cinco jogadores conseguiram alcançar na história do torneio. Na segunda passagem veio o título estadual em 71.

Ao todo, o ídolo do Mequinha anotou 78 gols, sendo o sexto maior artilheiro da história.

Satyro Taboada

Maior artilheiro da história do América-MG, com 169 gols, Satyro Taboada ficou eternizado não só pela alta quantidade de tentos. O grande atacante também foi tetracampeão do Campeonato Mineiro.

É provável que Satyro tenha marcado mais de 250 gols com a camisa do América, contudo tal estatística é impossível de ser confirmada pelos registros da época, conforme destacou o historiador Carlos Paiva.

O artilheiro também é o recordista de tentos do Coelho em um jogo. Ele balançou as redes nove vezes diante do já extinto Palmeiras-MG, durante a maior goleada da história do clube, por 14 a 0.

Fred

Os primeiros passos de Fred pelo América estão eternizados na partida diante do Villa Nova-GO, válido pela Copa SP de Futebol Junior de 2003, quando o artilheiro marcou o gol mais rápido da história do futebol brasileiro, com apenas 3,17 segundos de jogo.

O atacante subiu para a equipe profissional no mesmo ano e, rapidamente, se tornou o principal destaque ao nível individual de uma equipe americana marcada por campanhas inexpressivas na Série B e no Campeonato Mineiro.

Mesmo assim, o goleador conseguiu brigar pela artilharia do Campeonato em 2003 e 2004 (foi o vice-artilheiro da competição com 10 e 9 gols, respectivamente).

Ao todo, Fred balançou as redes adversárias 34 vezes em 54 partidas com a camisa americana.

Gunga

Gunga foi o rosto do América histórico da década de 50. Habilidoso e extremo goleador, ele se destacou pelo Coelho desde o primeiro jogo. Na excursão que a equipe fez para a Europa em 57, ele foi o grande destaque, sendo contratado pelo Barcelona para jogar na Espanha.

O ex-atacante é o segundo maior artilheiro da história do clube com 109 gols.

Raphael Almeida Raphael Almeida

Jornalista 33 anos. Atualmente sou repórter e comentarista na Web Rádio Bate Fundo Esportivo. Redator no portal Minha Torcida com passagens por Premier League Brasil e Futebol na Veia.