Fora do América-MG desde o início desta semana, o técnico Lisca agitou o mercado de treinadores, onde diz ter sido procurado por alguns clubes da Série A, mas promete descansar neste momento.

Lisca que tem passagem pelo Internacional revelou que pelo menos por hora não houve nenhum contato com a direção colorada, onde deixou bem claro que neste momento pretende descansar antes de voltar à ativa.

A revelação foi dada em entrevista a Rádio 98FM, onde destacou que não acredita em um convite do Inter para comandar a equipe principal; conhecendo o histórico do clube.

Vale ressaltar que após a demissão do técnico Miguel Ángel Ramírez, Lisca passou a ter seu nome fortemente vinculado ao Internacional.

"O Inter não me procurou. Não houve contato e muito menos convite. Há muitas especulações, fiquei feliz por ter meu nome ligado ao clube. Convites eu recebi muito quando estava empregado no América-MG. Mas, se houver o convite, é obvio que há a possibilidade. Mas pelo que conheço da direção, já teriam me procurado. Vou descansar", afirmou ele.

Lisca até o último final de semana era o treinador com mais tempo de serviço por um clube da Série A, onde após sua saída do Coelho Mineiro passou esse "bastão" a Guto Ferreira - treinador do Ceará, que está a frente do Vozão desde março de 2020.

Lisca pelo América-MG

Sob o comando do time mineiro aqui em destaque, Lisca ficou a frente deste em 81 jogos, sendo 40 vitórias, 27 empates e 14 derrotas.

Com ele, o Coelho Mineiro alcançou as finais do Campeonato Estadual deste ano, as semifinais da Copa do Brasil de 2020, assim como também o acesso a elite do futebol brasileiro na última temporada.