Assim como já ocorreu com seu concorrente direto ao título da Fórmula 1 – Max Verstappen, que na última prova fora “punido” pela troca de motor de sua RBR, neste final de semana será a vez de Lewis Hamilton perder dez posições no grid de largada do GP da Turquia de F1, visto que a Mercedes confirmou na manhã desta sexta-feira – 08 de outubro que fará a troca do motor no carro do heptacampeão mundial.

Diferentemente dos demais pilotos que trocaram seus motores e tiveram que largar na última colocação, Hamilton não terá toda sua unidade de potência trocada, mas sim apenas a parte de combustão interna, diminuindo assim sua penalidade.

Como todos já esperavam por essa alteração, a pressão só aumentou após Verstappen ter a troca de motor efetuada no último grande prêmio da F1, donde esse saiu da última colocação e chegou na segunda posição.

Atuação histórica no GP da Turquia

Com a troca parcial da unidade de potência, Lewis Hamilton terá que realizar mais uma de suas atuações históricas para somar pontos valiosos para o campeonato, onde atualmente ele ocupa a liderança com 246,5 pontos – dois a mais que Max Verstappen, que soma 244,5 pontos até aqui.

Próximo GP no calendário 2021

A próxima etapa do calendário 2021 da F1 se dará neste final de semana, com o GP da Turquia, em Istambul, neste domingo, a partir das 8h30 (de Brasília); o mesmo terá transmissão ao vivo pela Band para todo o Brasil, assim como a emissora faz a cobertura completa dos treinos pela BandSports.