Com pedido de tempo por parte da direção a Ronald Koeman, se permanecerá com ele ou não para a nova temporada, o Barcelona segundo o jornal "AS" estaria em contato para fechar com um velho conhecido dos catalães.

Aqui me refiro ao técnico Pep Guardiola, que atualmente comanda o Manchester City e que tem ainda na temporada atual uma grande decisão pela frente - a final da Champions League, no próximo sábado, dia 29 de maio, diante do Chelsea, em Portugal.

Mediante a essa situação, a direção do Barcelona deverá contatar o espanhol somente no domingo, após essa decisão e a ele propor uma possível volta ao Camp Nou.

Juan Laporta - presidente do Barcelona se diz capaz de convencer Guardiola a voltar ao comando técnico da equipe aqui em questão. Porém, o objetivo é de que ele só retorne a esse na próxima temporada, ou seja, em 2022.

Pep Guardiola tem contrato válido com os Citizens até junho de 2023 e assim a direção do "Barça" acredita que seria difícil tirá-lo neste momento do futebol inglês.

Já quanto à questão com Ronald Koeman, mesmo que decidisse não mantê-lo no cargo para a temporada 2021/2022, o clube espanhol não precisaria pagar a multa de 8 milhões de euros para demiti-lo nas próximas semanas.

Juan Laporta e Pep Guardiola

Voltando ao técnico desejado pelo Barcelona, é bom salientar que presidente e treinador contam com boa relação, visto que fora na gestão passada do atual mandatário que o treinador ganhou sua primeira chance em uma equipe profissional, no ano de 2008.

Os dois permaneceram juntos até 2010, quando Laporta teve que deixar o cargo após sete anos à frente do clube espanhol.

Agora resta saber se as partes voltarão a se unir, e se Pep Guardiola deixará o Manchester City caso consiga levar a sua equipe a conquista da Champions League.