Jogadores são flagrados em show de pagode antes de partida do Brasileirão

Em grande fase na temporada, o Fortaleza está embalado, há 10 jogos sem perder. A última partida foi pela Copa Sul-Americana, contra o Estudiantes de Mérida, no Castelão, e a equipe de Vojvoda goleou, por 6 x 1.

No Campeonato Brasileiro, os resultados também são ótimos. Ocupando o quarto lugar na tabela de classificação, o Leão do Pici não perdeu nenhum jogo, e venceu o Fluminense por 4 x 2, na terceira rodada da competição.

Nesta segunda-feira (8), às 20h (horário de Brasília), o time de Vojvoda, vai até a Neo Química Arena enfrentar o Corinthians pela quarta rodada, as novidades no time devem ser Caio Alexandre e Thiago Galhardo, artilheiro do Fortaleza, com 13 gols.

O clube também está nas oitavas de final da Copa do Brasil e encara o Palmeiras. O primeiro jogo será no Allianz Parque, no dia 17 de maio, às 19h (horário de Brasília), e volta no dia 31 de maio, também às 19h (horário de Brasília), no Castelão.

E quando as vitórias chegam e o clube está bem na temporada, os atletas aproveitam para sair e curtir o dia de folga sem correr risco de serem abordados de forma agressiva por torcedores. E foi isso que os jogadores do Fortaleza fizeram.

Com o clima tão bom, no sábado (7), os jogadores do elenco foram flagrados no show do cantor de pagode Thiaguinho, o “Tardezinha”. Yago Pikachu, Thiago Galhardo, Caio Alexandre, Marcelo Benevenuto, Ceballos e Lucas Esteves aproveitaram o dia de folga no para marcar presença no evento que tem sido sucesso em várias regiões do país.

E claro que os torcedores que estavam no show, assim que viram os atletas curtindo os clássicos do pagode nacional, aproveitaram para tietar o elenco, e compartilharam o momento nas redes sociais.

O próximo compromisso do Leão do Pici é mais uma vez pelo Brasileirão, desta vez contra o São Paulo em casa, na quinta-feira (11).

Jade Gimenez Jade Gimenez

Jornalista, fascinada por esporte desde a infância, paixão que se tornou profissão. Além do futebol me mantenho por dentro de outras modalidades desde Fórmula 1 à NFL. Trabalhei como repórter em TV e rádio cobrindo partidas de futebol, futsal e basquete.