Chapéu no rival! Internacional fecha com alvo do Grêmio

Vice-campeão do Campeonato Brasileiro 2023, o Internacional busca reforços no mercado da bola para dar início a mais uma nova edição do Brasileirão. Dessa vez, o colorado que passar da fase que morre na praia toda vez e passe a ser o clube vitorioso no final da temporada. Por isso, segundo o Lucas Collar, informou nesta sexta-feira (7), que a equipe de Mano Menezes tem uma vinda certeira para o meio do ano.

Matías Rojas, do Racing, seria o alvo do Internacional. Com contrato com o clube argentino até em junho e sem chances de renovação, o meia-campista já pode assinar um pré-contrato com outra equipe, o que despertou os olhares não só do colorado, mas como de outros clubes brasileiros, sendo um deles, o maior rival do Inter, o Grêmio.

Internacional disposto a abrir os cofres por meia

Dessa forma, o Internacional está disposto a ir com tudo para a contratação de Matías Rojas. Atualmente, o atleta receber em torno de 200 mil reais, o que não é nenhum problema para a equipe do Beira Rio. Contudo, sendo alvo de vários clubes, o valor de proposta deve subir para conseguir o paraguaio como o mais novo reforço na equipe de Mano Menezes. O ex-técnico da seleção brasileira deixou claro que precisa de novos nomes no elenco para ir na busca de ao menos um título na temporada.

Vale lembrar que o Inter, encerrou sua participação no Campeonato Gaúcho ainda na semifinal, quando não superou o Caxias do Sul nos pênaltis. Portanto, ainda sem títulos em 2023, o Colorado quer sair ao menos uma vez vitorioso dos campeonatos que ainda o resta, são eles: Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil.

Sendo assim, os próximos dias serão cruciais para o Internacional, na preparação do atual e elenco e na busca por reforços. Com a mudança da CBF no início deste semana, janela de transferência no Brasil, se encerra no dia 20 abril. Então, as equipes brasileiras ainda podem fazer contratações de atletas que atuam em território brasileiro.

Carolina Castro Carolina Castro

Tenho 25 anos e sou formada em jornalismo. Desde criança desenvolvi o gosto por esporte e por isso escolhi ser jornalista. Foi a profissão que me deixou mais próxima daquilo que mais amo: falar e escrever sobre esporte.