Sem ainda anunciar o novo treinador para a temporada 2022, assim como também novos reforços para o elenco, o Internacional teve na noite da última segunda-feira (20/12), o seu orçamento para 2022 aprovado pelo Conselho Deliberativo.

Nesta reunião, o clube previu um faturamento superior a R$ 7 milhões, no entanto, uma receita líquida inferior ao ano de 2021.

Superávit em 2022

Segundo as 15 páginas do documento analisado pelo Conselho Deliberativo nesta segunda-feira - 20 de dezembro, o clube projeto finalizar a temporada 2022 com um superávit de R$ 7.120.504, muito superior ao deste ano, que fora de R$ 194.508.

Previsão de ganhos em 2022

Quanto aos ganhos, à direção Colorada prevê um faturamento de R$ 419.946.626, um aumento de pouco mais de R$ 8 milhões comparados há esse ano.

Futebol terá redução de custos

Já no quesito futebol para 2022, o Colorado minimizará os gastos no principal setor do clube, com uma redução de R$ 26.193.370, ou seja, passando de R$ 263.940.982 em 2021, para R$ 237.747.612 em 2022.

Substituto a Diego Aguirre

Lembramos mais uma vez que dentro deste setor, a direção segue em busca por um substituto a Diego Aguirre e além desse, reforços, principalmente para a lateral-direita e ataque - prioridades do clube para 2022.

Confira os gastos do Inter com o futebol

  • Pessoal e benefícios: R$ 127.394.673
  • Direito de imagem: R$ 26.346.449
  • Empréstimo de atletas: R$ 2.400.000
  • Despesas com intermediários: 1.871.503
  • Gratificação de atletas: R$ 6.000.000
  • Futebol feminino: R$ 5.500.000