Ídolo dos Blues, Petr Cech deixa o Chelsea

Ídolo do Chelsea, o ex-goleiro Petr Cech, que vinha fazendo parte da diretoria dos Blues, deixou o clube nesta segunda-feira (27). Dessa forma, o tcheco é mais um que deixa a equipe sob o comando do novo dono, Todd Boehly. Após mais de 10 temporadas (como jogador e diretor), Cech vai embora da equipe do Stanford Bridge.

– Foi um enorme privilégio desempenhar este papel no Chelsea nos últimos três anos. Com o clube sob uma nova direção, sinto que agora é o momento certo para me afastar. Estou satisfeito que o clube esteja agora numa excelente posição com os novos proprietários, e estou confiante no sucesso futuro, tanto dentro como fora do campo – afirmou Cech.

A saber, como arqueiro dos The Pride of London, Petr Cech atuou em 494 partidas. Entre as suas conquistas estão: Champions League 2011/12, da Europa League 2012/13, da Premier League (2004–05, 2005–06, 2009–10 e 2014–15), da Copa da Inglaterra (2006–07, 2008–09, 2009–10 e 2011–12), da Copa da Liga Inglesa (2004–05, 2006–07 e 2014–15) e da Supercopa da Inglaterra (2005 e 2009).

Sinto que é um bom momento para sair. Estou satisfeito por ver que a equipe está agora em uma posição excelente com seus novos proprietários e tenho confiança de que terá mais sucesso no futuro dentro e fora de campo”, acrescentou.

Por fim, desde que Todd Boehly assumiu, no lugar de Román Abramovich, o Chelsea está se desfazendo de sua diretoria antiga e reformulando também o seu elenco. Estão na mira do time: os zagueiros Jules Koundé, do Sevilla, e Matthis de Ligt, da Juventus, e os atacantes Ousmane Dembelé, do Barcelona, e Raheem Sterling, do Manchester City.

 

Foto Destaque:Clive Howes/Chelsea FC

Sou Caio, tenho 23 anos, faço jornalismo. Procuro me especializar em Jornalismo Esportivo e meu maior sonho é comentar uma Copa do Mundo