Atual penúltimo colocado na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro e eliminado precocemente nas oitavas de final da Copa Sul-americana, o Grêmio vive momento de tensão, não somente dentro das quatro linhas, mas também nos bastidores.

Com a promessa que reforçará o plantel de jogadores, a direção gremista encontra dificuldades no mercado de transferências.

Fixando a necessidade pela contratação de um meio-campista capaz de jogar área à área e por um centroavante que tenha imposição física e mobilidade, além, por óbvio, que faça gols, o clube tentou a aquisição de Paulinho, ex-Corinthians e Seleção Brasileira, e de Luiz Adriano.

Clube apresentou oferta a Paulinho

Em relação ao volante, o Tricolor Gaúcho até chegou a apresentar uma oferta oficial na tarde da última terça-feira, porém a proposta foi recusada pelo jogador de 32 anos.

Direção do Palmeiras veta saída do centroavante

Já a respeito da situação do centroavante Luiz Adriano, o Grêmio teve entrave nas tratativas com a direção palmeirense. O jogador, que atualmente está se recuperando de um edema no joelho, conta com o apreço da alta cúpula do Palmeiras e, por isso, não foi facilitada uma saída para o Grêmio.

Grêmio recebe proposta por meia chileno

Enquanto o clube trabalha para concretizar a vinda de novos jogadores, abre-se o viés de saída de atletas. Conforme apurado, o Grêmio recebeu uma oferta oficial do Altay Spor, da Turquia, pelo meia chileno César Pinares. A oferta turca é de empréstimo no valor de 400 mil dólares, com opção de compra fixada em 1.4 milhão de dólares.

O Tricolor Gaúcho possui 80% dos direitos econômicos do meia-armador. Quando comprado juntamente à Universidad Católica, a direção gremista pagou cerca de 1.5 milhão de dólares pelo jogador.